Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Como aprender inglês

Falando no ouvido do outro

Se você trabalha com tecnologia, precisa dominar inglês ou vai estar sempre atrás dos outros. Mas não se preocupe, deixa eu te contar: é mais fácil do que imagina.

Como vai o seu inglês? More or less? So-so?... Nothing?! Se você é como eu, deve estar prometendo pra si mesmo que começa um curso no mês que vem há anos. Se você trabalha com tecnologia, cada mês que você empurra com a barriga é uma porta que se fecha. Poucas vagas de emprego exigem que você tenha fluência em inglês, mas em todas elas, isso é diferencial. Principalmente, porque os empregadores espertos desse ramo sabem que quem domina inglês pode aprender e se manter atualizado pela Internet, sem gastos.

Na minha adolescência fiz um curso na Wisdom durante 2 anos, mas não cheguei ao nível máximo. Gostei muito do método de conversação, só cinco pessoas numa mesa redonda e o professor falando o tempo todo em inglês. O chato era o desnível das turmas. Tinha uns caras que não iam bem e mesmo assim eram aprovados nos testes, daí ficava atrasando o resto da turma.

Saí do curso incapaz de ler e escrever textos maiores com facilidade, mas a experiência valeu porque senti que havia captado a "essência da língua". O problema é que minha prática se resumia aos textos dos programas que usava no computador.

Anos depois, comecei a trabalhar com webdesign e logo percebi que havia muito pouco material em português para aprender sobre o assunto na Web. Quando fazia buscas em inglês, tinha muito, muito mais disponível. Até dava pra navegar e tal, de repente pescar algumas palavras, mas sempre aparecia uma frase que parecia crucial e eu empacava porque não entendia uma palavra ou uma construção frasal. Que raiva! Porque não estudei mais quando tinha tempo pra isso?

Um dia, passeando pela biblioteca da faculdade me deparei com os livros de Jakob Nielsen e Steve Krug que eu queria tanto ler, mas só tinha em inglês. É agora ou nunca, vou aprender esse negócio na marra!

No começo, não entendia patavina. Não tinha saco de ficar olhando no dicionário as palavras que não faziam parte do meu vocabulário porque eram muitas! Simplesmente ia tentando captar as idéias centrais do texto, através das palavras que eu conhecia, do tipo de construção e etc. Esse é um tipo de conhecimento bem tácito, ou seja, difícil de explicar para outra pessoa.

Quando terminei o segundo livro estava lendo inglês pelo menos 4 vezes melhor do que antes. Não sei explicar exatamente como se deu esse aprendizado, só me lembro de que quando haviam palavras que eu não entendia, eu formulava hipóteses que depois se confirmavam quando o autor usava a mesma palavra em outro contexto.

O chato são os falos cognatos, palavras que parecem iguais no português, mas não são, como por exemplo "comprehensive", que ao invés de significar o mesmo que "compreensível", significa o mesmo que "abrangente". Quando fico na dúvida, consulto o dicionário. Em geral os cognatos são quase todos verdadeiros, afinal de contas o inglês é a língua que mais sofreu influência externa de outras línguas, dentre elas o próprio Latim de onde originou o português.

Se não pudesse ter lido esses livros em inglês, não saberia nem um décimo do que sei hoje sobre os assuntos deste blog. Isso sem falar nos inúmeros websites e blogs que acompanho, tudo em inglês. Infelizmente, em português as discussões estão sempre com alguns meses de defasagem, às vezes anos. Este blog é uma tentativa de contribuir para reverter esse quadro.

Hoje já consigo ler com tranquilidade até livros acadêmicos em inglês, mas não consigo falar nem entender com fluência. Meu pai me deu uma boa dica: assistir DVDs com legendas em inglês. Gostaria de ouvir podcasts também, mas até agora não encontrei nenhum sobre os assuntos que me interesso. Se alguém souber de um, me avise!

Está mais incentivado a aprender inglês? Não deixe para amanhã, comece hoje. A ciência diz que quanto mais velho ficamos, mais difícil pra aprender uma nova língua.

Mas te dou um conselho: aprenda fazendo. É importante saber regras gramaticais? Sim, importantíssimo. Mas, não tente decorar. Leia como se fosse uma curiosidade. Quando você estiver diante de uma situação real, esse conhecimento será recuperado. Procure as situações reais. Não vicie no dicionário. Confie em você mesmo. Você já tem o sistema operacional da linguagem, só falta instalar e configurar o programa "inglês". Esse teste ajuda a desfazer alguns conceitos errôneos.


Dicas

Siga-me no Twitter.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 20/06/2005

Palavras-chave

inglês    língua    aprendizado    

Opções



Comentários

Discussão
Mary Grace
20/06/05 às 01:41

Vc tem razão Fred e suas dicas são muito boas.
Só neste mês precisei encarar dois cursos ministrados por americanos... o último durou uma semana inteira e mesmo com os tradutores, vi o quanto estou defasada e preciso me atualizar.
Não deu outra... agora estou estudando todos os dias e bem mais ligada aos filmes, músicas e sites em inglês, pois realmente não há como fugir...


Discussão
Carlos Duarte
20/06/05 às 08:58

Cara, essa questão do desnivelamento é lamentável, também sofro com isso em meu curso, infelizmente as pessoas não têm a mesma facilidade de aprendizado. Se os alunos pagam, eles passam, mesmo que o indivíduo não esteja apto para a próxima fase do curso. Fazer o quê...

Estudem inglês!

Abs!


Discussão
Marcus VBP
20/06/05 às 10:03

As vezes eu entro nesse site e os estilos estão desabilitados. quando eu dou um refresh ele aparece. eu uso o Opera 8. pq isso acontece?


Discussão
Emanuel Costa
20/06/05 às 10:47

Concordo absolutamente, infelizmente ou felizmente o inglês é fundamental. E num basta só o inglês de leitura é preciso entender mesmo as nuânces da lingua. Quando eu era adolescente fiz 3 anos de curso de inglês e mesmo assim ao vir morar nos EUA meus primeiros meses foram um martírio. Então me matriculei numa escola pública e fiz um curso gratuito para adultos de 6 meses que me ajudou demais não só a melhorar a pronuncia como também a "acostumar meu ouvido". Quem quiser mais dicas sobre esses curssos pode me mandar um email.
Abraços.


Discussão
Fred
20/06/05 às 11:32

Marcus, com relação aos estilos, não sei porque acontece isso. Uso o Opera 8 também, mas aqui não dá esse bug, porém com o Internet Explorer dá. Acho que é por causa do cookie que carrega o estilo que você escolhe na hora que entra. Na próxima versão, acho que vou tirar essa opção, infelizmente.


Discussão
Derick
20/06/05 às 17:53

Pois é Fred, também uso o mesmo método para aprender alemão.
Estou longe de dominar a lingua e conseguir ler livros, mas artigos e tal eu já leio bem, converso com o povo pelo MSN e algumas coisinhas do tipo.
Agora lhe peço uma ajuda, você não conhece nenhum blog interessante dessa área que seja em alemão? Seria muito bom pra eu aprender.
Obrigado!


Discussão
michel
20/06/05 às 22:37

O sucesso do seu aprendizado só tem uma razão: motivação. Você queria ler e foi na marra. Parabéns pela determinação.
Uma boa dica para quem tem um nível acima do intermediário é ouvir rádio. Existem muitas estações de talk radio na internet. Eu indicaria a Air America e a WABC, porque para mim o inglês norte-americano é mais agradável de se ouvir. Mas em matéria de conteúdo a BBC é imbatível. Só jogar no google o nome das rádios e achar.


Discussão
Julio Coelho
21/06/05 às 20:20

Fred, só completando a informação sobre aquele teste de inglês que você disponibilizou: dentro do mesmo site - www.sk.com.br - clicando no link maior, ENGLISH MADE IN BRAZIL, é possivel ter uma boa noção sobre todo esse aspecto que você comentou. O layout e acabamento do site é péssimo mas inversamente proporcional à qualidade do conteúdo. Li e reli e graças a ele tomei várias decisões e deixei de tomar outras que iriam me fazer perder tempo e dinheiro. Quem realmente está querendo fazer um curso e aprender inglês não deve deixar de ler!

Abraço e sucesso!


Julio Coelho


Discussão
Marcelo
22/06/05 às 09:14

Galera, Fred...

Gostei muito deste seu texto

Eu também faço como você e dou a mesma dica par todos, só que eu nço estou tão avançado assim, mas eu me viro com algumas coisa em inglês, mesmo não entendendo "lhufas".

Eu tenho 27 anos e o que eu sei de inglês é o que eu aprendi de 5ª a 3º ano do colegial, que pasmen, foi sempre a mesma coisa. Eu consigo "entender" alguma coisa (só leitura) em inglês quebrando a cara mesmo como o Fred disse, com isso a gente adquire um bom conhecimento e, como o Michel disse, motivação é a chave de tudo, se não tivermos motivação, não aprenderemos nada e não somente o inglês.

É prentendo fazer um curso de inglês no ano que vem, mas até lá a gente vai aprendendo um pouco mais com esse método de tentar "decifrar".

Um grande abraço a todos,

Marcelo


Discussão
Leandro Vieira Pinho
22/06/05 às 11:31

Sem dúvidas, o domínio da inglesa inglesa para nossa atividade é essencial.

Mas estou no mesmo barco que vocês, domino um pouco, o suficiente para ler e acompanhar alguns artigos na web. O problema maior é ouvir e entender bem.

Eu sugiro a todos que gostaria de conhecer a pronúncia de determinadas palavras, a utilziar a extensão FoxyVoice para o Firefox, link: http://ftp.mozilla.org/pub/mozilla.org/extensions/foxyvoice/foxyvoice-0.1.1-fx-windows.xpi

Um abraço.


Discussão
Gustavo Moura
23/06/05 às 14:28

Estou vivendo o mesmo problema.
Estou numa eminência de comparecer a uma entrevista de emprego que provavelmente será em ingles, já que os contratantes são estrangeiros.

Considero meu ingles bom mas existe a questão do nervosismo que gagueja qualquer um.. a pergunta é: Fazer um intensivão ou não?!


Discussão
Daniel
24/06/05 às 15:01

Pois é, cheguei a ficar com vergonha quando li os comentários... Sempre fico dizendo: "Agora vai, vou aprender inglês de qualquer jeito!" mas logo perco o estímulo. Semana passada perdi uma oportunidade profissional fantástica, por falta do inglês. Minha maior dificuldade é definir um método de estudo eficaz. Não tenho mais paciência para ir para sala de aula, sempre fui de estudar e aprender por mim mesmo. Alguém tem alguma dica de um método eficaz?


Discussão
Priscilla
04/07/05 às 11:27

Oi!
Eu tenho o curso Tell Me More aqui em casa, é muito bom, dá pra ter uma noção de inglês, e são usadas palavras do dia-a-dia, e mostradas situações básicas e o uso de termos indispensáveis para o aprendizado do inglês.
Essa semana começo um curso de conversação, espero que tenha um resultado positivo, por que quero muito aprender inglês. Esse site EMB é muito interessante, vale a pena quem quer aprender, ler os artigos para entender como realmente se dá o aprendizado de línguas.


Discussão
Emanuel Costa
11/07/05 às 18:27

Hoje postei algumas dicas no endereço abaixo relacionados com o tema

http://www.cfgigolo.com/archives/2005/07/ingles_e_fundam.html

Acredito ser bastante útil para quem quer aprender mais um pouco do inglês utilizando os sites e ferramentas disponíveis na internet.


Discussão
Márcio Marques
18/07/05 às 02:44

Concordo plenamente que esta é a melhor forma de aprender inglês.
Tenho amogos espalhados por todo os Estatos Unidos.
Fiz um curso há muito tempo atras mas não tinha ninguém para praticar e acabei esquecendo muitas palavras, mas agora estou quase formando na universidade e preciso mais do que nunca relembrar meu ingês.

Obrigado pela dica.


Discussão
André Pestana
25/07/05 às 09:43

Alguns métodos que funcionaram ou estão funcionando comigo:

- Aula particular. Já fiz aula em escola e odiei por causa tb do desnível. Aula particular é caro mas funciona!

-Conversar pelo skype com estrangeiros é muito bom e barato. Pode ser difícil encontrar pessoas pacientes no começo mas depois de criada uma amizade, essa pessoa sempre vai te ajudar.

- Ler livros em inglês. Existem muitos livros em inglês em sebos q são baratíssimos... Paguei R$1,00 , R$2,00 ou R$3,00 por eles....

- Ouvir rádios pela Internet.

Obrigado pelas dicas. Espero que minhas dicas tb sejam úteis.


Discussão
Fred
03/08/05 às 22:27

Quem quiser saber como anda seu inglês, pode baixar o progama gratuito Powerprep elaborado pela TOEFL (uma entidade que aplica testes para dar certificados de proeficiência em língua inglesa):

http://www.samdu.uz/download/PPTFL10.exe

O teste inteiro dura quase 2 horas, mas vale à pena. Tem questões para treinar o ouvido, a leitura e a escrita. No final, ele dá sua nota.

Minha nota foi entre 197 e 257 (não tem a nota final porque a redação não é corrigida). Preciso obter a nota 213 no teste real que vou fazer para concorrer a uma vaga num mestrado no exterior. Foi muito bom saber que estou quase lá!

Quem quiser saber mais, o site da Toefl tem mais coisa:

http://www.ets.org/toefl/learners/cbt/sampletest.html


Discussão
André
06/08/05 às 02:22

esse site is very good, eu tb tô tentando aprender traduzindo textos de um livro velho pra kct. gostei da idéia de ler um livro em inglês, comprado em sebo. qria saber + sobre esse Tell Me More e qria saber como conseguir
Abraços


Discussão
Fred
06/08/05 às 12:49

Olá André, você pode comprar o Tell Me More pelo Submarino:

http://www.submarino.com.br/software_productdetails.asp?Query=ProductPage&ProdTypeId=10&ProdId=285540&ST=SE&franq=137623

Recomendo que antes de você fazer isso, teste o programa gratuito da Toefl, o Powerprep para você sentir como aprender usando ferramentas multimídia no computador é viável:

http://www.samdu.uz/download/PPTFL10.exe


Discussão
André
07/08/05 às 03:00

oooooooooooi! fred, eu qria saber se é melhor eu comprar o Tell me More Avançado e Business, ou básico e intermediário. eu tnho 14 anos, mas sei inglês relativamente bastante. d 1 resposta


Discussão
Fred
07/08/05 às 07:31

Que nota você tirou no Powerprep da Toefl que citei acima, André? Se foi mais de 150 pontos, mande ver no avançado.


Discussão
Lorn
24/08/05 às 11:47

Muito legal o texto, dá uma olhada nisso
http://www.bbc.co.uk/portuguese/learningenglish/
é uma iniciativa muito legal da bbc.


Discussão
André
25/09/05 às 17:41

ooooooooooooooooooi,
oi,povo, quanto tempo hein? Fred, eu vou seguir seu conselho, vou ler um livro em inglês. Vocês acham que é melhor para aprender tendo em mãos o livro em português? Dêem a resposta o + rápido possível.


Discussão
Ken
26/09/05 às 06:21

Concordo, mas discordo ...
Conheco empresas, cujo nome omitirei, q ate exigem q o candidato faca um teste tipo o TOEFL da vida ... e acreditem se quiser ... conheco gente trampando nestas empresas q nao sabem nada de ingles, ie, entraram via famoso QI ... o conhecimento da lingua inglesa eh um mau necessario para o seu proprio bem, mas nao necessariamente um diferencial, visto q certas pessoas sao otimos mentirosos no momento de dizer se sabem ou nao o ingles. Nao esquecam do Espanhol, q a proposito nao sei nada, eh dificil pacas. (nao confundam com o portunhol, heheh ... mi gusto coca-colha)


Discussão
André
28/09/05 às 03:26

me respondam...


Discussão
Fred
28/09/05 às 10:13

André, não sei se ter o livro em português ajudaria porque nunca fiz isso. Pode ser bom para entender parágrafos que não ficara claros no inglês, mas não deve ser usado para conferir a tradução de frases e de palavras, pois estas não são traduzidas exatamente como está no original.


Discussão
André
06/11/05 às 12:56

Eu tô escrevendo as palavras que eu nao sei num caderninho c/ a traducao, depois q eu terminar o livro, eu vou formar frases c/ essas palavras, e reler o livro. Depois desse eu vou tentar ler outro livro.

Ps: o livro eh Harry Potter and the Chamber of Secrets.


Discussão
Monthiel
10/11/05 às 12:55

muito bom o texto meu, eu tenho muitas dificuldades com o inglês, mas recentemente tenho frequentado muitos sites e blogs em inglês, pois como o Fred disse, falta referências desse assunto em portugês.


Discussão
Emerson
13/11/05 às 00:49

Bom adorei esse site, putz e legal!!oh tbm tô na lista dos caras que estão se esforçando para aprender, e claro enfrentar a dificuldade de pagar um curso desse, geralmente porque custam caro!!mas por caso conhecia o tell me more, só agora percebo o quanto ele podia me ajudar, o duro é, que tbm custa caro, gostaria muito de tentar abaixar na internet, não ainda não tive muito sucesso, por isso tô tentando achar alguem que poderia me fornecer uma copia, eu prometo tentar ajudar tbm quem precisa, afinal não sou egoista!!valeu pessaol....


Discussão
tuca
26/11/05 às 20:34

Obrigada pelas dicas. Eu sempre tentei estudar inglês, mas com o tempo acabei cansando. Achei ótimo ler as dicas do pessoal que conseguiu usar seus próprios métodos, assim fiquei incentivada a ler e escutar rádios também. Boa sorte pra nós!!!


Discussão
Thiago Oliveira
05/12/05 às 02:53

Concordo com boa parte disso tudo!
Bom, estou com 21 anos e comecei a aprender inglês pela internet, comecei usando o SKYPE, conheci uma canadense mas não sabia nem usar o verbo TO BE, depois descobri um programa chamado PALTALK e é nele que estou desde então, tem muitas salas que podemos aprender ingles e praticar com pessoas de lingua estrangeira, fora que nas salas eles dão frases ou textos em ingles e caso você erre os mais fluentes corrijem você, tudo isso por voz. Hoje depois de aprender a gramatica por um site e de algumas pessoas me ajudarem na gramatica pelo paltalk ( ou seja, pessoas que fizeram curso, ou que falam fluente, e professores também) eu hoje estou indo muito bem, claro depois de 5 meses aprendendo estou tentando pegar vocabulario e expressões, coisas que levam um bom tempo, mas é por ai mesmo.. estou muito satisfeito com o resultando que venho tendo.

Deixo uma boa dica para vocês que queiram aprender a pronuncia, PALTALK é o software!

e para o dono do Site, cara.. parabéns!
é assim mesmo que devemos aprender, é claro, temos que continuar sempre aprendendo, não adianta fazer um curso e não praticar pois assim você esquece! Hoje estou amando aprender ingles, e vou continuar até o fim da minha vida, não vejo a hora de ficar fluente, sei que vai demorar uns 2 anos para falar bem, mas é assim mesmo!

Abração!


Discussão
Flavio Domingos
07/12/05 às 16:24

Hoje, com 22 anos de idade, não tendo concluído curso algum na área de lingua estrangeira, sinto como se estivesse perdendo algo a mais na vida, no entanto, não desanimo, pois tenho um ponto forte a meu favor: Aptdão para compreensão textual, mesmo sem falar fluentemente ou conhecer gramaticalmente as funções das palavras, e fico certo de que em 2006 vou realmente investir nesse objetivo. Trabalho atualmente com vendas, e pretendo chegar a uma supervisão comercial e quem sabe a uma gerência, futuramente, é óbvio.. rsrs
pra frente com o inglês, fica tudo + fácil..


Discussão
Jeane
08/01/06 às 18:45

Inglês,não sei mas nem o que é isso. Pode acreditar eu não estudo inglês desde que terminei a 8ªsérie e hoje já estou na universidade.Mas sei outras línguas, mas é importante saber essa ou então somos extra-terrestre.


Discussão
Tatix
09/01/06 às 10:16

oi Fred,

Entrei mês passado em um curso de ingles. =)

O curso que estou fazendo é muito bom, o método tb, porém acontece o mesmo problema: o desnível.
E o pior é que tem alguns adolescentes na minha turma que não estão nem ai e acabam empatando a aula.

Interessante esse Tell me more. To pensando em comprar...

Quanto a ler livros em ingles, concordo em genero, numero e grau. Estou lendo o livro do Peter morville - Information Architecture for the World Wide Web e quanto mais leio mais aprendo.

Valeu as dicas do Toefl.


Discussão
Tatix
09/01/06 às 10:22

ops..esqueci..outra dica legal para facilitar o aprendizado é traduzir músicas em inglês.

Você escuta a música (treina fala e compreensão oral), depois acompanha lendo a letra em inglês e por último traduz para o português.

Outra coisa que esqueci de dizer...

No meu curso, a professora não aconselha a gente a anotar a tradução das palavras quando não sabemos o q significa. Ela disse que o melhor é desenhar. Temos que aprender a pensar em inglês e a tradução só atrapalha. Até que tem dado resultado...

O que vcs acham?

Eu estou tentando pensar em ingles, mas é o mais dificil.


Discussão
Wanderson Siqueira
24/01/06 às 20:20

Galera o negócio é o seguinte.Comecei a estudar inglês por eu gostava, não porque isso me daria um futuro melhor. Sem querer fazer propaganda estudei no CNA, em 1 ano e meio, já falava inglês com qualquer americano, claro q não era fluente, mas eu me fazia entender e os entendia muito bem. Mas o legal foi que, fui chamado pra trabalhar como designer de um dos jornais mais lidos do mundo o Jornal Metro. Se não fosse o inglês não teria como trabalhar na empresa, pois eu era o único brasileiro lá. Hoje falo inglês fluente.
Moral da história. Vamos logo aprender essa língua q é muito fácil, e abre muitas portas.


Discussão
julio cesar
30/01/06 às 19:06

oi meu nome e julio cesar gostaria muito de aperfeicoa meu inglês pelo computador gostaria que vcs mandacem modulos para eu me aperfeicoar-me no inglês


desde já obrigada


Discussão
Roberto Cunha
02/02/06 às 10:37

Poutz, todo mundo falando a sério e venho eu zoar o plantão, mas não deu pra resistir. Perco a credibilidade mas não perco a piada. É que um erro de digitação provocou um autêntico ato falho freudiano: falos cognatos! rachei o bico de rir. De resto, junto-me à unanimidade da massa e concordo: cada vez melhor este blog. Coisa fina mesmo. Inté!

Roberto.


Discussão
carlos bertholdi
02/02/06 às 14:20

Li o seu artigo "Como vai seu inglês?". Mas nao consgui envira pelo comments entao estou mandando pelo seu email.

Também estou aprendento inglês e achei que uma dica minha seria de muito ajuda pra você.

PRONUNCIA - Nós brasileiros quase sempre estamos escutando uma ou outra palavra em inglês quando estamos assistindo TV, falando com amigos etc. E nós acabamos por achar que esta pronuncia é a correta ou então que é aceitável. Com isso estamos criando um desfio de pronuncia que se critalizara com o tempo e nunca teremos uma pronuncia auditivel por um nativo do inglês.

Esqueça as trancrições de pronuncia do ingles para o portugues, ou seja, escutar em ingles e escrever a palavra como se escuta em portugues.
ex.: this=diz ou the=de name=neim.
Porque esquecer?

Porque o sistema fonetico do portugues nao tem nada a ver com o sistema do ingles, existem sons do ingles que nao existem no portugues, como o TH e as mais de 14 sons de vogais do ingles.

O tell me more ele nao ensina a pronuncia ele so pronuncia mas nao ensina como aprender a fazer os sons corretamente.

O som do TH por exemplo, ele deve ser feito com a lingua entre os dentes como se fosse uma pessoa que tem lingua pressa. Se a pessoa não sabe isso, ela pode escutar milhoes de vezes palavras com th e nao vai consseguir pronunciar corretamente, ex.: the, this e together vai achar que é um D. Palavras como thank e thousand vai achar que é um T. Palavras como think e with vão achar que é um F.

Acontece que thank, thousand e think são TH sem voz feito com a lingua entre os dentes e soprado e the, this e together, e feito do mesmo jeito só com voz. Isso nao é o pior, o pior é as vogais. Vou comentar alugumas

Vogais:
"sheep" e "ship" sao sons diferentes, "sheep" é o "i" do portugues e ship, é uma vogal que nao existe em portugues mas tá muito mais pra um "e" do portugues do que um "i".

man e men, sao vogais diferentes mas muito parecidas na pronuncia americana.

book e boot, book, tem um som parecido com o som que uma pessoa faz quando leva um soco no estomago, so que feito de forma bem mais relaxada, e boot é um som de u do portugues so que mais longo.

E existe um som de vogal tao importante do ingles que é a unica vogal com nome proprio, "schwa" é o som de vogal que mais aparece no ingles, sua grafia é totalmente irregular e aparece em quase toda palavra "NÃO monossilabica" do ingles nas suas silabas nao tonica, ex.: compliment, a silaba tonica é a "com" as outras vogais tem som da vogal schwa.
Se a pessoa diz que sabe ingles e aprendeu ingles aqui no Brasil com brasileiros e ele nao conhece a vogal schwa, pode crer, essa pessoa ainda nao aprendeu ingles.

Nós brasileiros já aprendemos a falar um idioma, nós automaticamente trazemos nossos padroes foneticos do portugues ao ingles, so que isso nao deve ocorrer por que o ingles tem sons inexistentes no portugues.
ex.: se pronunciar a palavra three com um "T", estara pronunciando a palavra tree que é uma coisa bem diferente.

Mas como as pessoas que nascem e viajam para os EUA conseguem falar corretamente mesmo não sabendo desses detalhes?

Morar no país que fala a lingua que se quer aprender é bem diferente de aprender na frente do computador praticamente só lendo e escutando sons ou em um curso com brasileiros que tambem cometem erros de pronuncia. Lá existe interatividade e se ve como a pessoa esta falando.

ah, voce vai ter que aprender ler os simbolos do sistema fonetico universal, porque? O ingles é o idioma com menos correspondencia entre escrita e pronuncia, é quase impossivel pronunciar uma palavra corretamente sem ter escutado ela antes. (voce já ouviu falar do compeonato de soletração que existe nesses paises)

Detalhe: se voce não pronunciar as palavras corretamente nao conseguira escutalas também(nao entendera com fidelidade, e se confundira com mais frequencia)

Tá, vamos ao que realmente interessará a voce:

Sites com otimo conteudo nesse sentido:
http://www.sk.com.br/
http://www.englishclub.com/

Programa para você aprender pronuncia:

http://www.uiowa.edu/%7Eacadtech/phonetics/ (em flash)

PRONUNCIATION POWER 1 (é um software baixe no emule)
PRONUNCIATION POWER 2

Programas que pronunciam palavras(nao use o Speech do winXP)

2nd Speech Center (versao 1.5 no minimo)(é como se fosse o "player")

AT&T Labs Natural Voices 1.4(sao as vozes que pronunciaram as palavras no computador, Audrey é o sotaque britanico. Crystal e Mike é o sotaque americano)NOTA: voce usara o "2nd Speech Center" para colar texto nele e ele possibilita que as vozes da AT&T funcionem. Voce pode configura-lo para ler uma palavra assim que voce apertar ctrl+alt+C. Cada voz da AT&T tem mais ou menos 700MB.

Dicionarios eletronicos que possuem gravacoes e pronuncia transcrita no Alfabeto fonetico internacional.

Cambridge Dictionary of American English
Cambridge English Pronouncing Dictionary (este possui o som de cada simbolo do alfabeto fonetico)
Oxford Dictionary of American ENGLISH (Oxford genie)(transcreve algumas palavras como of, but e outras com a forma forte e fraca, a forma fraca tem som da vogal "schwa")

RECOMENDO que voce compre(baixe) todos esses programas

Pelo o que eu li no seu artigo voce sabe ingles muito mais ingles que eu, mas voce dize que nao entende o ingles falado corretamente, e voce disse que leu um livro e existia muitas palavras que voce nao conhecia entao, provavelmente voce tentou pronunciar essas palavras e conseqüentemente voce já tem um desvio de pronuncia, mas se voce conseguir esquecer a sua antiga pronuncia, e aprender a forma correta de se pronunciar em ingles voce estara pronto para acompanhar filmes musicas e noticiario em ingles.
Dica: não pronuncie palavras em ingles que voce nao conhece a pronuncia com 100% de certeza sem ver e escutar a pronuncia nas ferramentas acima.
palavras comum como um the um of, were, war, won, wander, wonder, possuem pronuncias que podera surpreender voce e que sao dificeis de se capitar.

Já ia me esquecendo, nao deixa de escutar, marque um tempo pra estudar a pronuncia e um tempo para escutar, procure escutar o sotaque americano e o britanico(dica atalho pra você: amaior diferença entre os dois é que o britanico nao pronuncia o R de car, more, sister, ao invez de pronunciar o R como um americano faz(que nem um caipira brasileiro) pronuncia o som da vogal schwa) com as ferramentas acima voce verá a diferença.

Sites para escutar:
http://www.voanews.com/specialenglish/index.cfm (leitura de textos de forma mais pausada)

http://www.voanews.com (noticiario com textos e videos)

http://www.bbc.co.uk/worldservice/learningenglish/index.shtml

http://www.cbsnews.com/sections/i_video/main500251.shtml (noticiario em videos)

Meu email é carlosbertholdi@ibest.com.br e carlosbertholdi@bol.com.br Estarei esperando seus emails se desejar envialos.

Boa sorte!


gostei muito das dicas dos colegas, sobre como aprender ingles, eu em particular, estou aprendendo inglês traduzindo musicas,e ouvindo os canais americanos de tv e rádio,


Discussão
eliane
22/02/06 às 10:20

preciso aprender ingles a qualquer custo


Discussão
eliane de oliveira
22/02/06 às 10:21

preposiçoes e verbos irregulares


estou aprendendo cada dia mais , graças aaos incentivos que tenho recebidos dos colegas da net.


Discussão
Patrícia
17/03/06 às 03:26

Estudei muitos anos de ingles. Agora, quero ir para Londres para falar fluentemente. Quanto tempo, em média, é necessário ficar no país para dominar a lingua?


Discussão
wladmyr
24/03/06 às 14:43

Tenho pensado longamente em estudar TUPI, voltar às minhas origens largar está máquina que devora o tempo como Juno a seus filhos. Tenho pensado em Pasárgada, lá também sou amigo do rei. Quanto ao inglês, prefiro deixa-lo onde está, bem acima do equador, que é uma linha imaginária reta absolutamente reta em meus neurônios multiformes. YankEss GO HOME...


Discussão
Naíma
25/04/06 às 14:01

Bom ainda não entrei nesse ramo,porém o inglês hoje em dia é muito utilizado para vários empregos ou cargos...
Claro que já não são todos que podem pagar um "cursinho" de inglês, poi não é muito barato, ao menos um bom.
Mas tenho que concordar que às vezes por mais simples que seja o que você tenha que fazer e que esteja envolvendo o inglês se você não tiver um básico conhecimento não consiguirá resouvê-lo.


Discussão
Tio_Wlad
25/04/06 às 14:34

Para dominar mesmo, eu diria que.....
uns 40 anos acho que dá....


Discussão
Nilson José dos Santos
18/05/06 às 10:00

pretendo aprender ingles, procuro essa opotunidade


Discussão
Luiz Glauco
22/05/06 às 16:06

Gostei muito da dica do skype, alguem pode dar detalhes? Tenho os cd's do tell me more, se alguem quiser me mande um e-mail...


Discussão
Edson Pfützenreuter
31/05/06 às 22:42

A conteceu algo comigo, relacionado a isso, que vale a pena contar.

Faz muitos anos, eu fui fazer um curso de francês instrumental na PUC-SP, com a professora Jelssa Ciardi Avolio, que também é pioneira em cursos de francês a distância.

Ela apresentou um texto e pediu para que lessemos em grupo.

Era muito complicado, mas identificavamos algumas palavras, sinais de pontuação e o resto era um pouco de intuição e um pouco de adivinhação.

No final ela disse que se conseguiamos ler aquilo poderiamos ler qualquer coisa, pq era um texto feito com palavras de muitos idiomas além das inventadas.


Discussão
Cláudia
08/07/06 às 10:41

Olá pessoal...
Faço curso de inglês, estou no 4° ano, e para aprender tive que ler bastante, a cada semestre temos provas de gramática, redação, conversação, seminário para apresentar. Além disso o professor avalia a leitura, a pronúncia, a escrita....Sei que é muito difícil aprender, mas vale a pena, e uma dica que eu acho legal é ouvir músicas, e depois tentar escrever o que vc entendeu,comparar o que vc escreveu com a letra da música, e se tiver palavras que vc não conhece, procure no dicionário, pq não basta só ouvir, tem que estudar a música!!! Valeu, e espero que todos se saiam bem...


Discussão
Cristina
24/07/06 às 01:36

Adorei esse blog, pôxa, fiquei mais inspirada a aprender, me deu mais fôlego. Sou aluna do 5º período de Letras quase terminando mas sinto que ainda não estou preparada com a pronúncia, é o mais difícil de aprender, acho.

Valeu, vou procurar amanhã mesmo mudar minha rotina e dedicar -me mais ao inglês escutando músicas e rádios pela intenet em inglês e baixar programas que possa me ajudar.


Discussão
rogério sampaio
28/07/06 às 13:37

tem uns podcasts que achei legal em:

http://www.toeflpod.com/scripts/scripts.html

ou em:

http://www.ibm.com/investor/viewpoint/index.phtml

há vários podcasts de diversos assuntos


Discussão
Raimundo Walber G. Feitosa
06/08/06 às 11:39

Para quem tem interesse em alemão minha dica (certamente bem proveitosa) é o curso Deutsche Warum Nicht? do Instituto Deutsche Welle. Recebi pelos correios o material gratis (4 Livros de ótima qualidade-acho que não enviam mais pois não vi a opção de cadastro no site), e os MP3 baixei do site. Mesmo para quem só quer ter uma noção vale conferir.

http://www.dw-world.de/dw/0,2142,2595,00.html


Discussão
eduardo
14/08/06 às 10:21

> Mais do que nunca sabemos que o domínio da língua
> inglesa é um diferencial
> enorme seja para concorrer a uma vaga de emprego ou
> para o aprendizado
> de alguma ferramenta de computação.
> Em uma recente pesquisa encontrei alguns excelentes site de
> conteúdo gratuito
> para o auxilio do aprendizado da lingua inglesa.


DICA 1
>ESP PodCast (http://www.eslpod.com/website/index.php), para
>quem não conhece a era dos podcasts, podcast são arquivos de audio (mp3)
>onde alguém fala sobre determinado assunto, cada vez mais comum na
>Internet , e nem sempre você pode ficar lendo sobre algo.
>Este site considero o melhor site para se ter contato com pronuncias nativas
>do inglês, nada de voz robotizada gerada por computador.
> Semanalmente disponibilizam-se tres arquivos de audio de cerca de 25 minutos
> onde é explanando e explicado um texto, tudo em inglês é claro.
>Os textos sao divertidos, de fácil entendimento e com situações do dia a dia, no começo,
>você vai dizer "Não to entendendo nada o que esse cara ta falando", mais vai por mim
>após ouvir algumas vezes e pesquisar alguns termos que você ainda não conhece, passara a entender.
>É perfeito pra quem tem um mp3 player, porque você pode estudar, no onibus, no supermercado
:no banheiro! rs
>ah...!!! tudo gratuito!


DICA 2
>
> Activities for ESL Students (http://a4esl.org/) é um
> site
> valtado para estudante da lingua Inglesa ou
> professores
> que buscam material didatico para auxiliarem em seu
> ensino.
>
> O grande atractivo desde site é sem duvida sua
> variedade exercícios didáticas,
> bem organizado por dificuldade, trazendo uma
> infinidade de testes gramaticais,
> verbais, artigos, diálogos entre outros.
>
> Mantido por colaboradores, é possível aprender e
> aperfeiçoar a lingua inglesa
> através de divertidos "jogos" do tipo Quizze e Puzzles
> alguns com figuras para
> melhor associação, divididos em categorias do tipo
> Flash, _JavaScript e HTML.
>
> Para os professores (link For Teachers) o site traz
> uma area onde é possível gerar testes
> de inglês automaticamente, alem de referencias para
> outros sites (http://iteslj.org/)
> onde pode-se obter uma seria de outros materiais.
>

DICA 3
A lista EFR2 é hospedada no serviço YahooGroups, que oferece diversas
outras facilidades para os assinantes cadastrados, além da mensagem
diária que eu envio.

No item "Arquivos", por exemplo, estão diversos documentos
interessantes para quem quiser aprender mais inglês. Este é um espaço
aberto para os assinantes da lista, que podem postar informações que
julgarem úteis para o aprendizado da lingua inglesa.

Podem ser feitas enquetes, publicar fotografias, seção de bate-papo,
enfim, diversas ferramentas úteis para a criação de comunidades virtuais.

Para fazer seu cadastramento no YahooGroups e também para conhecer
mais sobre os recursos oferecidos, visite
http://br.groups.yahoo.com/group/efr2/

DICA 4
Foro de debates sobre aprendizado de línguas, voltado ao inglês.
Equipe internacional de professores responde qualquer pergunta.
Materiais de ensino inéditos baseados em lingüística comparada.
Tudo sobre Second Language Acquisition.
Orientações sobre estudos no exterior.
http://www.english.sk.com.br/


Por
edgnets!


Discussão
aline Reis de aAndrade
26/08/06 às 17:14

I would like to recive a-mail of you abaut how to speak english very well.thanks


Discussão
Leonardo
11/09/06 às 19:44

Fantástico este blog. Anotei muitos sites que indicaram, tenho certeza que irão ajudar em meus estudos. Particularmente tenho estudado inglês através da leitura de textos ciêntíficos, mas somente a leitura e não a fala e escuta. Bom, com este material que vcs indicaram acredito que ficará bem mais fácil!


Discussão
Fábio Okipney
13/09/06 às 16:47

Caros internautas,
There is no secret to learn a foreign language: The key is: input, input and more input.
Não existe uma formula mágica, um curso genial, magnífico que com algumas "palavrinhas cabalisticas" você sai da sala em 6 meses falando inglês fluente. O segredo do aprendizado de QUALQUER LINGUA é: ler e ouvir.
Deixem-me contar, resumidamente, minha história:
Há aproximadamente 2,5 - 3 anos atrás eu trabalhava na região da Avenida Paulista. Quem conhece o cruzamento da Paulista com a Brigadeiro Luis Antônio deve conhecer uma livraria chamada Martins Fontes, que fica no piso térreo, entrando um pouco por uma galeria, de um prédio comercial.
Pois bem, freqüentemente eu ia até aquela livraria. Como os livros vendidos lá são, em grande parte, livros em inglês ou dedicados à língua, eu ficava sempre sonhando: "Quem dera eu falasse inglês..." Até que um dia eu vi um livro que me chamou a atenção tanto pelo preço quanto pela oferta de seu conteúdo, que nas entrelinhas, para quem é um bom analista, prometia um bom nível de inglês para aqueles que o estudassem com compromisso e dedicação. I took the plunge (topei a parada): Comprei o livro, cujo título é ESSENTIAL GRAMMAR IN USE e cujo autor é Raymond Murphy. A editora é a CAMBRIDGE. Este livro é simplesmente espetacular no que diz respeito ao ensino de gramática. O livro é constituído, salvo erro, de 114 unidades, que vão desde o verbo TO BE (I am, you are...) até Phrasal Verbs. Bem, como eu disse que iria resumir.....Fiz todas as unidades daquele livro e aproximadamente no fim do ano de 2005 eu o terminei (só não o terminei antes porque fiquei alguns intervalos de meses sem estudar a língua porque, para falar a verdade, no começo foi bem difícil).
A esta altura do campeonato eu já estava com meu inglês mais que intermediário. O que comprova isto é que mais ou menos no mês de outubro de 2005 eu fiz um teste na CNA e eu entraria no nível Advanced 1 deles. O teste foi todo em inglês oral, e, ainda que eu não tinha a prática de ouvir em inglês, eu tive uma boa compreensão das perguntas feitas.
Bem, o livro de gramática por si só não foi suficiente. Eu costumava, ainda costumo, ler várias coisas em inglês e qualquer coisa que me deixe em dúvida já corro e pego o dicionário. Com o tempo, estas palavras fixam-se meio que involuntariamente na nossa mente. Quanto mais freqüente usamos uma palavra ou expressão mais rápido ela fixa-se em nossa memória. Quer um exemplo disso? Quem é que já estudou inglês por pelo menos 6 meses e não conhece estas palavras: I, you, he, she, it, house, like, teacher... Por que? Simplesmente porque é quase impossível conversar ou ler um texto sem utilizar pelo menos 6 destas palavras, com uma frequência grandiosa.
Pois bem, me faltava algo ainda muito importante: Listening comprehention (compreensão auditiva). Simplesmente eu não tinha ninguém para escutar falando em inglês e, como eu sou autodidata, não tinha um professor para ficar bozinando "listen and repeat" no meu ouvido, de modo que eu não entendia a maioria das coisas que escutava em inglês.
Mais ou menos em outubro de 2005, comecei a fazer buscas na internet com as palavras: English+dialogue+talk, etc. até que encontrei um tal de "podcast". Eu não fazia a mínima idéia do que era isto. Bem, fucei e fucei até que descobri que podcast nada mais é do que um arquivo de áudio, geralmente no formato MP3, que pessoas criam com vários intuitos...mais o melhor da história vem agora. Após algumas semanas fuçando na internet atrás de um podcast que se adequasse ao meu nível de inglês, eu encontrei, como que por obra divina, um site chamado: www.eslpod.com . Quando eu escutei o primeiro áudio eu não podia acreditar: Eu entendia quase tudo o que o cara falava. E o melhor de tudo: o site era dedicado ao ensino de inglês. Era tudo o que me faltava.
Desde então, eu venho aprendendo inglês de uma forma extremamente satisfatória. Cada mês que passa, meu inglês está melhor. Eu sei que ainda tenho muito para aperfeiçoar e aprender, afinal de contas, meu vocabulário da lingua portuguesa não foi construido nos primeiros 5 anos da minha existência, mas somente uma parte dele. Eu tenho certeza que se eu continuar neste ânimo num futuro não muito distante eu terei tanta franqueza para falar inglês quanto tenho hoje para falar minha língua materna.
Atualmente trabalho traduzindo páginas de internet de inglês para português de uma empresa multinacional e de grande repercussão mundial. Ás vezes eu necessito fazer ligações para a Alemanha para tratar de alguns assuntos relacionados ao meu trabalho e adivinhem em qual língua eu tenho que falar? Inglês (‘cause I don’t speak any German). Não vou dizer eu tenho já tenho aquela fluência na língua inglesa, mas tenho o suficiente para comunicar-me com qualquer pessoa que tenha um nível satisfatório do idioma. Troco e-mails e mensagens instantâneas com pessoas de vários paises do mundo e isto é algo quase que impossível para alguém que não fala inglês (a menos que esta pessoa fale todas as outras línguas do mundo menos o inglês, hehe).
A sugestão que eu dou para todos que leiam este meu testemunho é esta: Estudem com dedicação. Não há melhor professor no mundo melhor do que você próprio. Use todos os métodos que você disponha e se notar que algum eles não está sendo eficaz, descarte-o. Se quiserem seguir minha metodologia, abaixo deixarei os passos que segui para chegar onde cheguei hoje. 1-Compre o livro chamado: ESSENTIAL GRAMMAR IN USE – Autor: Raymond Murphy – Editora Cambrigde (A Editora Martins Fontes é a representante Brasileira desta obra)
2-Se você é iniciante, procure ler textos curtos. Eu nunca fiz isto, mas já ouvir falar que ler livros de histórias para crianças é uma ótima idéia para iniciantes.
3- Ao terminar o livro Essential Grammar, você provavelmente já estará apto para entender a maioria das palavras faladas neste site www.eslpod.com Sugiro que você comece escutando os áudios iniciais, preferencialmente do 50 para cima, pois a qualidade do som é melhor e a velocidade é bem lenta.
4 – Leia, leia e leia.
5 – Escute, escute e escute.
6 – Fale, fale e fale. (4, 5 e 6 não são, necessariamente, uma ordem a ser seguida. O melhor é fazer tudo).
Dicas: Não desanime se você não conseguir memorizar muitas palavras e expressões. No começo eu achava que eu poderia pôr dentro da minha cabeça todos as informações recebidas, mas isto não é um fato. Como eu já citei acima, a melhor forma de memorizarmos qualquer coisa é pela sua repetição. Se na primeira vez a palavra não fixou, mais adiante você a encontrará novamente e será mais fácil fazer amizade com ela.
E deixei por último para citar aquilo que, para mim, veio em primeiro lugar no meu aprendizado: a ajuda de Deus.
Fábio Okipney : Email adress: faoks (arroba) yahoo (ponto) com (ponto) br.


Discussão
André Mattos
26/09/06 às 10:01

Olá pessoal bom dia, estou a procura de algum site que eu possa baixar cursos completos de inglês em audio, tipo o da deutsche welle que disponibiliza a lição em audio e pdf, já domino rasoavelmente o alemão com esse curso e agora gostaria que me ajudassem a melhorar o meu inglês. abraço a todos.


Discussão
MICHELE
27/09/06 às 15:15

PARA QUEM BUSCA UMA FORMA DE APRENDIZADO MAIS INTENSA, DE OUTRO IDIOMA, UMA BOA DICA É FAZER DOWNLOADS NO E-MULE. LÁ VOCÊ ENCONTRA UMA INFINIDADE DE PROGRAMAS, DVD´S, AULAS DE ÁUDIO E VÍDEO... TUDO DE GRAÇA!
TENTEM. VALE A PENA. EU JÁ FIZ DOWNLOAD DE VÁRIOS, E NÃO ME ARREPENDI.


Discussão
Levy
28/09/06 às 20:17

Pessoal,

segue o link de um blog inédito sobre dicas de inglês. Dicas de pronúncia, expressões idiomáticas, gramática, etc.

http://www.inglespraque.com/


Discussão
Fabio Guerra
04/10/06 às 04:35

Tenho 30 anos e estou querendo começar a aprender inglês agora.
Será que por já estar com a idade um pouco ultrapassada será tempo perdido pra mim.
Dizem que a idade ideal é até os 15 anos.


Discussão
Eber
31/10/06 às 16:24

olá, olha só, meu nome é eber, sou jovem e gostaria muito aprender inglês, no entanto não tenho dinheiro para fazer um curso. Desenvolvo trabalhos voluntários e não consigo juntar dinheiro para frequentar um curso.
Gostaria que vcs me indicassem como poço baixar um curso pela internet sem ter que pagar.
Obrigado pela contribuição


Discussão
Andreia Gonçalves
04/12/06 às 18:27

orrivel não tem o que quero


Discussão
Marluci
06/12/06 às 11:15

Nossa amei esse blog!
Estou justamente nessa mesma situação, apesar de já falar inglês, ler e entender e ter passado um tempo na Europa me senti motivada a aprender mais.
Anotei muitas dicas pra aperfeiçoar e confirmo as dicas sobre ouvir músicas, rádio, filmes e sem legenda em português foi isso que me ajudou e tem me ajudado.
O bom é vc se imaginar sem recursos linguísticos em português e tendo a disciplina de se virar com o conhecimento que tem em inglês...galera é só tentar, vale a pena!
É o que fiz, faço e sempre farei até por que qualquer língua é indominável...sempre devemos ser aprendiz dela.
Voltarei mais vezes amigo.


Discussão
edilaine rocha
06/12/06 às 12:40

preciso urgentemente fazer um curso de inglês, o mais básico possível, como se estivesse começando do jardim de infância, mas o grande problema é...
Não tenho grana e preciso muito do inglês na faculdade. Alguém tem alguma dica ou pode me ajudar. meu e-mail: lanninha77@yahoo.com.br

valeu!!!


Discussão
MIchelle
07/12/06 às 21:24

Realmente, li todas as dicas, tenho 13 anos e simplesmente estudo inglês todos os dias, por mais que seja pouco, tento entender as coisas e nao consigo, mas nao tenho pressa, tambem faco curso de ingles a 3 meses apenas, 1 vez na semana, se eu nao me empenhar, talvez seja um pouco dificil...

Estudem ingles, e procurem todos os dias fazerem algo que envolva o ingles, musica, filme, conversar, mostrando as palavras que vc conhece outras pessoas podem reconhece-las, e conversar com vc apenas com as palavras que vc conhece, so que mostrando as que elas conhecem, assim vc aprende a delas e ainda pede dicas, nunca se desanimem, tudo depende de nos mesmos, da nossa vontade e determinacao diante de alguma escolha...


Discussão
EDUARDO BRAZ
14/12/06 às 09:48

REALMENTE ESSA INTERAÇÃO É ÓTIMA E PRECISA SER MAIS DIFUNDIDA


Discussão
Rodrigo Ferrari
14/12/06 às 12:23

Mais que correto, e nunca é tarde demais para aprender, logico que se tratando de ciência a coisa fica preta e ai sim fica tarde demais para ENTENDER...entendeu??
=D

bom....eu tenho um inglês ate que legal para ler mas para falar eu patino feio mas nao tenho medo, acho ate engraçado qd estou falando com minha namorada e as frases que qro falar não é aquilo que deve ser, enfim, to prestes a voltar a fazer um curso, so espero que o tempo me ajude, caso nao, continuo no exercício.

abraço


Discussão
QUETE DE L. SOARES FERREIRA
19/12/06 às 14:26

Oi pessoal adorei esse espaço, eu tb to na luta tentando aprender, frequento um curso muito legal, mas como a maioria, tenho muuuuitos problemas para ouvir, falar. adorei as dicar, agora nesse período de férias, estou estudando por conta própria, treinando e dando mais ênfase no que eu tenho mais dificuldade, vou tentar seguir as dicas depois volto pra contar se está funcionado.
beijos
quete


Discussão
robson
22/12/06 às 00:03

e demas este blog sou brasilero vivo em barcelona españa fiquei em londres um tempo pos amo ingles solo que encontro um poco de dificuldade pra aprender mas com este site tenho ganas de voltar a estudiar de novo


Discussão
Beatriz
03/01/07 às 00:06

Eu quero comentar que pelomenos deveria aver na internet um dicionario de ingles para portugues


Discussão
julia
08/01/07 às 14:16

Olá a todos, quero muito poder conversar em inglês pelo Skype ou qualquer outro programa parecido.

Vou pra Europa em abril e fico lá por 3 meses, mas meu inglês é péssimo...estou correndo contra o tempo e preciso conversar em Inglês...alguma dica???PRECISO DE AJUDA ME MANDEM RESPOSTAS POR E-MAIL PLEASE!!!!!!

juliamotta10@yahoo.com.br

Obrigada a boa sorte a todos!!!!


Discussão
Alessandro
18/01/07 às 10:46

Frederick,

Gostei bastante do seu artigo, também sou da área de Informática e concordo com você quando diz que o Inglês não é obrigatório mas diferencial.

Eu também tenho um blog onde eu escrevo diariamente dicas de Inglês o English Experts http://englishexperts.blogspot.com/

Espero ter ajudado!
I hope that helps!


Discussão
Ilázaro Figueiredo Nazario
23/01/07 às 14:47

Hi. I am an Eglish teacher. Congratulation for your interest in using the eglish language we have the same interest. Send an e-mail for me in order to accomplish good contacts.


Discussão
marcos
30/01/07 às 19:30

Aprendi ingles aqui no brasil com pronuncia boa e interpretando(lendo)as palavras como um americano.Gostaria de esclarecer que vcs devem
sempre escutar de preferencia noticias filmes
e com o tempo devido comecar a repetir,se quiserem dicas podem me enviar um e-mail.


Discussão
Leonardo Naressi
02/02/07 às 20:49

Olha só, conheço uma professora que oferece aulas de inglês via Skype e MSN!

Vejam:
http://nivea.lazaro.googlepages.com/

O mais legal é que o custo fica bem mais acessível e pode ser feito de qualquer lugar.

Não sei se vocês já viram mas também saiu uma matéria no Estadão sobre isso:
http://share.skype.com/sites/brasil/2006/11/aulas_de_ingles_via_skype.html

É isso ai!
Abs
Leo


Discussão
joder
22/02/07 às 08:49

Igual a muito de vcs, eu também só aprendi o inglês do ensino fundamental e médio, e vou começar praticamente do zero, gostaria se alguém esta no mesmo barco que eu me enviasse alguns sites bacanas, que eu vou na raça, não tenho grana + muita força, please, help.


Discussão
mauro
06/03/07 às 00:13

aí galera, tive meu primeiro contato com a lingua inglesa aos 20 anos, e posso dizer que não foi uma esperiência muito boa. tive que ficar 4 meses nos EUA, e quase fiquei louco. não cheguei a tanto mas fiquei com um belo trauma. hoje após 17 anos terminei a faculdade de turismo e estou predestinado a aprender ou a enlouquecer, pra mim já não importa mais, não morro de amores pelos americanos, mas agora ou aprendo a entender o que eles dizem ou morerei tentando, adorei encontrar este site, e saber que tem muitas pessoas que estão passando o mesmo que eu. gostaria de receber qualquer informação que possa me ajudar a romper esta barreira da torre de babel.
obrigado

mauro.


Discussão
FERNANDA CARA SOARES
08/03/07 às 16:55

Olá pessoal, meu nome é Fernanda e andei xeretando o site de vcs.
Sou Engish teacher, morei 11 anos na Inglaterra e antes de ir para lá tentei varias vezes estudar inglês, chegando a conclusão que "odiava" o idioma.
Na Inglaterra me vi analfabeta de pai e mãe e percebi que se não aprendesse estaria perdida.
Bem, estudei todos os dia (5 dias por semana, durante 3 hrs), depois de um ano estava fluente na fala, escrita e leitura. Estudei todo o tempo que estive lá. Não fiz somente cursos de inglês, as varios outros relacionadas com áreas de eu interesse o que me ampliou o universo de vocabulario.
Hoje leciono e não encontro nos meus alunos o entusiasmo que vi aqui em vcs, por isso resolvi dar uma palavrinha...
Na minha opinião, o que é necessário pra aprender o inglês vcs tem de sobr, que é esta vontade que vcs apresentam aqui.
Aconselho a não se deixarem levar por promessas falsas de escolas que só querem mesmo seu dinheiro. Inglês em um ano só mesmo morando no país cuja lingua seja o inglês e estudando de verdade.
Bem, desejo sorte para todos vcs e que brevemente vcs estejam se comunicando in English all the time.
Good luck.
hugges

Fernanda Cara Soares - Joinvile - SC


Discussão
Luiz Geronimo
03/04/07 às 13:11

O site é muito bom, na verdade é 10, gostei muito de todas as dicas e com certeza utilizarei a maioria das dicas.


Obrigado a todos!!!!!


Discussão
Luiz Geronimo
03/04/07 às 13:18

Por favor me respondam:

É possivel uma pessoa com o nivel básico, fazer (com aproveitamento é claro) um curso de conversação?

Desde já muito obrigado!

Luiz Geronimo dos Santos Silva - Gargaú - São Francisco de Itabapoana - RJ.


Discussão
rodrigo
18/04/07 às 20:38

bom eu nunca fiz curso de ingles ,eu atualmente estudo na net pego tudo que eu acho proveito.pesquisos cusros gratuitos online e fico o dia inteiro me dedicando so para o ingles.obvio que com esses meu interesses aprendi so a ler e escrever ingles porque a pronuncia é Raro vc achar na net para aprender como se pronunciar o ingles.
resumindo hoje leio texto ,escrevo texto ,compreendo algumas palavras pronunciadas,mas tai meu conselho ,se vc se esforçar vc pode fazer mas do que eu fiz.

e sobre a sua pergnta! vc pode sim so vai depende de vc!!!!!!!


Discussão
Alessandro
27/04/07 às 09:05

Eu fiz um comentário nos posts anteriores. Só gostaria de informar que o endereço para o meu blog foi aterado para http://www.englishexperts.net.

Agradeço pela colaboração e desculpe o transtorno.


Discussão
Filipe Braga
27/04/07 às 16:04

Agradeço muito a esse blog por dar norte e esperança a alguem que não tem tempo para fazer um curso regular que demanda tempo e dinheiro e tem retorno não tão condizente com o que exige.

As possibilidades de ser auto-didata foi despertada por vários relatos.

Comprei o Grammar in use.

E estou fazendo algo que não sei se vai ajudar muito. Trabalho o dia todo ouvindo os pods do Eslpod.com, mas como muitas vezes fico concentrado no trabalho, talvez o resultado disso seja minimo.

Moro numa republica onde outros dois fizeram ingles (um por 9 anos e chegou a ser instrutor do CCAA), e estamos combinando de só conversar em ingles dentro de casa. Começamos e entendo praticamente tudo, mas não consigo falar um "A" ou elaborar respostas a perguntas... acho q apenas minhas "inputs" linguisticas funcionam, pq as "outputs" são foda.

Há, para ajudar (se ninguem já o tiver feito), recomendo o link abaixo:

http://a4esl.org/podcasts/

Tem muitos pods interessantes.

Abs


Discussão
Mirian
28/05/07 às 13:50

Conheci uma pessoa que veio de Cuba que disse que o que o ajudou no treino do Idioma Inglês foi ler e escutar a Bíblia em Inglês se você quiser tem o Site abaixo para tentar, Você pode ir em local do site tem os textos para ler enquanto escuta a fala. Disse ele que estudou dois anos e fala fluente.


http://www.biblegateway.com/


Discussão
Jacqueline
10/07/07 às 21:55

Gostei muito do blog, a dica dos podcast é muito interessante, é uma aula grátis de inglês.

Se alguém tiver alguma dica de como fazer amizade com estrangeiros "sem interesses sexuais", via skype ou de algum site, eu agradeceria.


Discussão
Marcelo
22/07/07 às 10:22

Para quem deseja um material recomendadíssimo para treinar o listening, a série curso Family Album, USA é excelente!

Quem interessar eu o possuo completo em 3 DVDs.

saiba mais: www.inglestv.blogspot.com


Discussão
Lívia
25/08/07 às 23:05

Quando eu fazia um curso de inglês, primeiro era uma professora e ela ficou o semestre inteiro dando aula pra mim.No segundo semestre veio um professor que era americano.Ele falava tudo embolado, eu e minhas amigas não entendia nada!! Ele tentava perguntar as horas em português pra saber se a aula já estava terminando!! E ele não conhecia nada aqui em Brasília!! Era muito engraçado!! Depois veio outra professora ficou 1 semana.E por fim o melhor professor que eu tive ficou o resto do semestre. Ele me deu um cd com as músicas do Westlife. As músicas dessa banda, são ótimas!! Eles cantam com muita clareza e até conseguimos traduzir escutando a letra em inglês.


Discussão
Severina
01/10/07 às 02:25

Pessoal, Congratulatios........

Mui......to bom este site. Amei as dicas e os comentários. Estou numa luta comigo mesmo de que tenho que aprender ingles e estou estudando very hard para conseguir meus objetivos e com as dicas de cada um de voces vou aprender mais rápido do que imaginei.
Huges.
Silvinha


Discussão
natanael carlos
25/11/07 às 14:00

Oi, pessoal, espero que todos voçês desfrutem das bênçãos de Deus, por abrir o coração para ajudar pessoas que como eu, pouco conhecimento tem da língua inglêsa. Mas que a partir desse momento irão por a mão a massa e correr atrás do tempo perdido com cursos que na maioria das vezes só ajudam a desanimar do idioma tão importante para comunicação, conhecimento e vencer na vida. Obrigado a todos.


Discussão
Anne Marie
18/12/07 às 09:31

Olá!
Adorei esse texto, bem como os coments, que seguiram...super instrutivos.
Qto ao texto, essas dicas foram muito boas, eu já havia usado esse método para aprender espanhol. Havia determinados e-books que queria ler [técnicos e de literatura] e só os encontrava em espanhol, na maioria das vezes. Assim, comecei a "forçar" a leitura, mesmo não conhecendo a expressiva maioria das palavras, tentava interpretar pelo contexto da frase. No início vivia com o dicionário ao lado, mas, de repente, vi que estava me "libertando" deste apêndice [importante, mas as vezes incomodo]...kkkk
Embora leia com certa fluência não consigo falar “lhunfas” de espanhol...kkk... mas já foi meio caminho andado...
Agora quero aprender o inglês, pois existe uma possibilidade de viagem no final do ano que vem para o exterior. Desta vez vou tentar casar o método “leitura na marra” com conversação... acho que a coisa vai andar...hehehehe
Ahh... sobre o curso de alemão da DW, eu consegui o livro 1 e 2 mandando e-mail. É só vc informar que tem interesse em aprender a língua alemã que eles gentilmente enviam para vc. Na época que solicitei veio gratuitamente. Mas prepare-se para esperar, pois os livros vêm de navio [se não me engano] e esperei bastante pela resposta ao e-mail e, posteriormente, pelos meus exemplares. Se vc tiver pressa, o site permite baixar os áudios e e-books em pdf, gratuitamente...ótima pedida!

Abraços!


Discussão
yasmim
18/12/07 às 10:16

É até um incentivo a mais pra mim saber que tem tanta gente passando pela mesma situação que eu.
O Blog ajuda muito, e os comentários tbm, as dicas são muito interessantes, e to seguindo todas que acho interessante, inclusive os Poscast, não os conhecia, e tem muitos temas que me interessam.

tenho só 14 anos e coloquei na minha cabeça que preciso aprender essa língua o mais rápido possível, por causa da cobrança do mundo globalizado, msm não sendo muito a favor dos norte americanos e talz... o inglês é fundamental.

Tenho estudado primeiro a parte gramatical pq desse modo me sinto mais segura ao ler ou escrever textos. Apesar de nunca ter feito cursos, todas as aulas básicas de gramática que tenho no meu colégio ajudam, e complemento-as estudando em casa com materias que vejo na net, e livros didáticos.
Eu tenho lido livros na net, como esse:
http://www.ulster.net/~petersne/bridge1_3.html ,
traduzido e ouvindo muita música e assistido bastante filmes em inglês, além de fazer todo o tipo anotações nessa lingua. Acho que assim vou me 'socializando' com ela. e eu já consigo sentir uma boa melhora.
Mas toda vez que ver um filme sem legenda, por exemplo, não consigo entender muita coisa, normalmente só o centro do tema, e pra mim isso é muito frustrante...
Acho que sou como o dono do blog, Frederick, consigo ler e escrever em inglês, mas não consigo ouvir e nem falar por causa da falta de prática.

Espero ter meus objetivos alcançados, mas realmente não é fácil ser autodidata.



Discussão
PoGo
14/01/08 às 00:06

Dá pra ficar fluente no inglês "tranquilamente" estudando em casa (eu acho né). A tecnologia facilita, e bastante. Basta ter um computador, instalar o Babylon (tradutor de palavras e textos... textos só online) e o Language Reader (leitor de textos)... e força de vontade. O Language Reader é um leitor de textos simplesmente perfeito. Você coloca o texto e ele ler o texto em inglês com uma dicção e qualidade de voz perfeitas, e o programa é de graça, é só ir no google e achar. É só ir de trecho em trecho, de frase em frase, de parágrafo em parágrafo... quando já deu, você já assimilou centenas de palavras. Aí é só ter força de vontade pra manter os estudos todos os dias. Eu já tentei ter mas sempre falha, mas é isso aí, um dia eu estudo inglês 7 dias seguidos, quem sabe. Eu não preciso mesmo, o meu futuro é a Engenharia Civil.


Discussão
mayara ferreira
21/02/08 às 11:27

ih wando wan tobe???


Discussão
pedro sales
04/03/08 às 12:52

ae galera nao tenho muito pra falar mais gostei de varias opçoes aki que ja estudo a mais ou menos 1 ano comecei do 0 hoje ja quase consigo ver um filme sem legenda , como disse um amigo ae acima voce so aprende com forca de vontade , e uma coisa digo podcast , livros , chats , skype sao otimos eu uso todos eles e tem um site bom pra falar com nativos e outros estudantes www.sharedtalk.com espero estar ajudando gostaria de alguns de dvds se alguem tiver uma dica me mandem obrigado


Discussão
rebakan
09/07/08 às 09:05

ola, gente.Meu nome e rebakan.Gostei muito deste site.Estou estudando ingles ja faz algum tempinho, mas agora estou meio sem tempo porque trabalho muito.
Preciso arrumar com urgencia um curso gratuito de correspondencia comercial portugues - ingles.Se alguem souber de alguma dica. por favor avise-me.Grata rebakan


Discussão
João Antonio
11/07/08 às 13:42

ola, tenho 16 anos, estudo ingles ja faz 8 meses, trabalho numa empresa, e preciso falar mesmo o ingles, agora sei uma forma mais facil de falar, seguindo as normas que voce passou fica mais claro, vo pegar firme.
Obrigado!


Discussão
SERGIO lUIZ
29/07/08 às 22:29

oi, vou iniciar urgente , ja estou passando do ponto.


Discussão
Valdir Pereira
09/08/08 às 01:32

Pessoal. muito bom o site e tbm as dicas sitadas acima.
irei pra europa no final do ano e tbm estou correndo contra o tempo.
eu leio um pouco e estou aprendendo sozinho tbm.
sei que muitos tem orkut. tem um site parecido so q te ensina ingles.
http://www.livemocha.com
excelente endereço.
também consegui download do tell me more.
sei q sera de grande ajuda segue aos amigos
http://coletaneanet.blogspot.com/2008/07/download-curso-de-ingls-tell-me-more.html
també escuto mta musica e acompanho a letra em ingles. uma dica. aprendam somente em ingles. a tradução realmente so nos atrapalha.
tanto q no brasil os melhores cursos o professor nao fala ingles.
Espero ajudar aos interessados.
Se cada um compartilhar o que tem aprenderemos com mais facilidade.
abraçoss


Discussão
Angel Castaño
08/11/08 às 11:11

Gostaria de sugerir este site gratuito para aprender inglês com recursos multimídia: vídeos, canções e bem mais. 100% grátis, todos os níveis. Seções para principiantes e para meninos.
Obrigado.

http://www.multimedia-english.com


Discussão
armando
09/12/08 às 19:19

gostei bastante dessa pagina


Discussão
armando
09/12/08 às 19:24

gostei bastante dessa pagina


Discussão
enio
07/06/09 às 22:59

vlw! vou me intereça vou estudar 1hora por dia fora na internet e daki a uma semana volto aki e digo o meu resutado hj é 07/ 06/ 09 quando for 14/ 06/ 09.


Discussão
Frederico
13/06/09 às 10:32

Fred,

sou professor de inglês. Por isso, estudo diariamente este idioma.

Recomendo que você experimente os podcasts do www.elspod.com . Esses pod falam a respeito de diversos assuntos. O apresentador é um americano que apresenta gírias e faz uma conversação inicial de forma pausada. Depois, ainda pausadamente, ele explica cada locução, cada gíria. Depois disso, ele solta o verbo: a conversação vai em ritmo de falantes nativos. Experimenta.


Quanto ao aprendizado oriundo da prática, concordo. Tenho o blog www.inglesnosupermercado.com.br - a cada post que publico eu aprendo muita coisa. Na verdade, aprendo coisas que dificilmente aprenderia se não tivesse o blog. Ter um blog com artigos postados regularmente, obriga o editor a estudar sempre, para não errar. E a interação com os visitantes, faz o dono do blog crescer ainda mais em conhecimento. Um blog ajuda no crescimento profissional.

Frederico


Discussão
s.albano
28/09/09 às 20:06

Sempre gostei de aprender inglês. Estudo desde quando era moleque.
Não é uma língua difícil de aprender. Basta estudar um pouco todos os dias. Uma outra dica é - hoje com o computador é fácil - criar seu próprio dicionário. Vá anotando todas a s palavras novas que você vai aprendendo diariamente e em algum tempo você terá por volta de 2.000 palavras. Isso já é vocabulário suficiente para você se comunicar com pessoas de língua inglesa no mundo inteiro. O tempo faz o resto.
Tenho um blog onde escrevo em português e inglês.
http://alway10.blogspot.com
Dê uma olhada lá e, se quiser, mande um comentário.
Você também pode enviar email para:
albano@in.com


Discussão
isinha
03/02/10 às 18:15

nunca achei um site q tinha uma coisa assim ela fala a palavra e eu repito alguem pode me ajudar?


Discussão
Breno Cunha
09/04/10 às 21:29

isinha

eu sei de um metodo que voce aprende ingles de verdade.

assim como os outros colegas. Eu fiz inglês por dois ano e com esse método eu falo e entendo muito mais do que aprendi nesses inúteis dois anos de ingles

se querer saber mais me mande um e-mail


Discussão
elis
21/10/10 às 19:15

ola, gostaria de saber se vcs conhecem algum jeito para eu aprender inglês site, escola qualquer coisa. estou desesperada


Discussão
Irineu De Oliveira
27/06/11 às 11:14


Aprenda inglês via Skype
www.ukenglishonline.com

O uso do Skype, uma tecnologia que permite fazer conferências de áudio e vídeo on-line gratuita, o permitirá ficar frente a frente com seu professor (a) particular de inglês. Fazer aulas de inglês no Skype permitirá que você aprenda a partir de sua casa, escritório ou qualquer lugar que tenha uma conexão de internet.


Discussão
Site Gerenciável
06/03/13 às 16:19

Vou iniciar, e indicar para um grupo de pessoas que tem o mesmo interesse.


Discussão
Freelancer Webdesign
26/03/13 às 16:32

Tem algum curso de inglês para a terceira idade?


Discussão
viga i
15/05/13 às 17:41

nunca achei um site q tinha uma coisa assim ela fala a palavra


Discussão
criação de loja virtual
15/07/13 às 21:17

Comecei a estudar inglês na Wizeup, e em 1 ano e meio, já falava inglês com qualquer americano, claro q não era fluente, mas eu me fazia entender e os entendia muito bem. Tenho interesse mesmo em falar fluente. Qual seria um curso mais indicado para mim?


Discussão
camisetas importadas
22/07/13 às 11:36

Adorei o blog, as dicas, e orientações de cursos, e escolas de inglês. Obrigada!


Discussão
criação de sites gratis
10/12/13 às 05:30

Muito boas as dicas. Falar inglês, as vezes, é um grande desafio para muitas pessoas.



Retrucadas

Se você tem um blog, pode retrucar via TrackBack:
http://www.usabilidoido.com.br/cgi-bin/mt/mt-tb.cgi/302


Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato