Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Cadastros são barreiras desnecessárias

Preencher formulários é uma atividade chata por natureza. No mundo real estão associados a situações como prova final, pagamento de contas, imposto de renda, hospitais e etc.

Pessoas preenchendo formulários em papel com visível desconforto.

Não gosto de preencher cadastros, mas sou obrigado a fazer isso quase que semanalmente para experimentar novos serviços gratuitos e pagos na Web. Antigamente costumava preencher cadastros falsos, mas a piada logo perdeu a graça.

Não tenho dados estatísticos, mas acredito que a maioria das pessoas odeie preencher cadastros e só a minoria efetivamente os preenche. Fiz uma divertida enquete em áudio com meus colegas da faculdade de Comunicação Social da UFPR sobre o assunto:

Cadastros são legais? [MP3] 3'88"

Jackson Sardá garante que gosta de cadastros.Note como na enquete, com exceção do Jackson Sardá (o cara ingênuo da foto), todos tem uma imagem negativa dos cadastros. Porquê disso?

Em primeiro lugar, ao navegar na Web, o usuário está interagindo pelo mouse. Trocar para o teclado exige um certo custo, mais ainda se o usuário não conhecer a tecla Tab que navega entre as caixas de entrada de texto e tiver que ficar alternando mouse-teclado-mouse-teclado. Isso é muito cansativo.

Em segundo, formulários no mundo real estão associados a coisas chatas da vida, tais como prova final, pagamento de contas, imposto de renda, hospitais e etc.

Em terceiro, boa parte dos formulários na Web aproveitam a oportunidade para extorquir do usuário dados que não seriam necessários para a prestação do serviço. Os profissionais de marketing não entendem que cadastro não é feito para mineração de dados (data-mining), mas sim para permitir que o usuário obtenha o serviço.

Em quarto, a esmagadora maioria dos formulários tem problemas de usabilidade e design, inclusive nos de papel. Os mais pedantes são a exigência de um formato fixo para a entrada de dados (ex: "digite seu CPF sem pontos ou traços") e as mensagens de erro que não ajudam a resolver problemas.

Note no exemplo abaixo como a instrução é confusa para usuários leigos -- poucos sabem o que são "caracteres especiais". A mensagem de ajuda lá de baixo instrui o usuário a clicar num botão "cadastrar senha" para recuperá-la. Talvez não fosse necessário tal número de telefone caso houvesse um botão "alterar senha".

Formulário para consulta de contra cheques da Justiça Federal

Ainda existem outros fatores, mas não vou citá-los senão ninguém mais vai querer fazer cadastros na Web. Não digo que eles devem se extintos, até porque em certos momentos o benefício que um cadastro traz ao usuário compensa o esforço, mas ressalto que deve haver um bom motivo para cada dado exigido.

Estávamos discutindo na Ilearn sobre o tamanho do cadastro necessário para assistir as palestras online que estou ministrando. A Sonia me perguntou quais dados eu achava essencial pedir. Respondi que só deveriam ser pedidos os dados que o usuário pudesse visualizar o benefício de fornecê-lo.

Ao contrário do que o Irapuan julgou, as palestras que a Ilearn promove não visam angariar dados pessoais. Pedimos os dados primeiro por uma questão de responsabilidade (para que as vagas não sejam ocupadas por um engraçadinho que não apareça) e segundo para planejar cursos presenciais, por exemplo. Concordo plenamente que isso não está claro no cadastro e que alguns dados nem precisariam ser pedidos, mas já estamos trabalhando para mudar isso.

O CPF, por exemplo, já não será mais cobrado daquela forma. Durante a discussão, fiz uma inusitada analogia sobre o efeito subjetivo da sequência do formulário atual:

Você disse que o pessoal não está preenchendo com dados errados. Talvez isso fosse diferente se o formulário de inscrição não pedisse o CPF logo de cara. Do jeito que está ele invoca seriedade, funciona semelhante a um leão de chácara que pede a identidade na entrada de uma boate pra ver se é de maior. Se esse CPF fosse apenas um dos campos no formulário completo, esse efeito seria amenizado.

O cadastro da Ilearn pede antes de tudo, o seu número de CPF.

Prevejo que no futuro uma empresa surgirá com uma solução de cadastro único, tal como o .NET Passport da Microsoft, mas que só trabalhe com isso. Assim, ela pod fazer acordos com outras empresas para trazer comodidade aos seus clientes, que não precisariam preencher novos cadastros. Bastaria um login e senha universal e o usuário estaria dentro do orkut, G-a-z-z-a-g, Gmail, palestras da Ilearn e o que for.

[ Nota] Se alguém ficar rico com essa idéia, por favor, me mande uma caixa de bombons =)


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou iTunes.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 13/04/2005

Palavras-chave

formulário    registro    cadastro    cadastrar    registrar    dados    informações    data-mining    boti    

Opções



Comentários

Discussão
Antonio Santos
14/04/05 às 13:09

Acho que nenhuma empresa (a não ser medalhões como a própria Microsoft) via apostar nisso por enquanto. A grande maioria dos programinhas como Gator e barras de Alexa ou Google que prometem preencher algum dado do usuário em formulários dão a impressão de maior insegurnaça. O Gator é conhecido spyware e este favor de preencher pra vc vem em troca de espionar sua navegação e estatísticas de sua vida de cobaia nos labirintos da web.

Minha impressão é que isto gerou um efeito contrário, isto é, um lugar onde seus dados fiquem armazenados dá mais insegurança ao usuário. Quem está armazenando merece minha confiança?

Há outro problema (o de sempre): padrões. Os campos deveriam ser padronizados e se não consegue isto nem de tantas outras coisas mais simples...


Discussão
Fred
14/04/05 às 13:23

Concordo Antonio, o desafio maior vai ser justamente inspirar confiança. As ferramentas atuais não são convincentes, mas acredito que seja possível conseguir uma solução que inspire confiança.

Essa empresa iria estabelecer padrões de cadastro e quem quisesse aderir ao sistema, teria que aderir aos padrões. Claro que para fazer isso, ela dependeria de muita negociação. Por isso que disse que essa empresa deveria ser independente e trabalhar somente com isso.

Agora que a gente está discutindo, lembrei de uma funcionalidade que possui o Gerenciador de Conteúdo Drupal. Se você possui uma conta em pelo menos um site que use o sistema, você pode fazer o login em qualquer outro desse jeito: [email protected] Onde dominio é o endereço do site drupal onde você já tinha cadastro. Um site consulta o outro, não sei como.


Discussão
Aldemir Vieira
15/04/05 às 02:00

Oi Fred,
A arquitetura e-ping (Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico) propõe basicamente esse cadastro único, claro, na esfera do Governo.
@ link : http://www.governoeletronico.gov.br/governoeletronico/publicacao/noticia.wsp?tmp.noticia=241

[]´s


Discussão
Fernando da Silva Trevisan
16/04/05 às 01:44

Fred, estou lendo isso bem atrasado, mas ainda assim: Esther Dyson fala disso (empresas que fazem a "guarda" de um cadastro ou profile) em Release 2.0. Vale a leitura, mesmo sendo um livro já meio antigo.
[ ]'s


Discussão
Fred
16/04/05 às 08:34

Esse livro é legal mesmo, Fernando. Porém, muitas das idéias da Esther ainda não foram concretizadas. Ela foi uma visionária.


Discussão
washington
16/04/05 às 17:28

Se não me engano é possível validar um usuario pelo passport, cabe aos desenvolvedores adotarem o passport como meio de validação, mas como todos tem bronca da microsoft, não rola.


Discussão
fabio
21/05/05 às 08:10

bom achei o texto muito legal


Discussão
rochester
14/04/06 às 23:52

gostei muito..é quase meia noite.. fiqueri o dia inteiro ralando (apesar d hj ser feriado XD) mas compensou "perder" 5 minutos a mais lendo esse post.... Muito boa a ideia do cadastro único... Ri muito quando li a parte da caixa de bomboms :)


Discussão
Guilherme
25/02/08 às 21:14

use o opera ele tem um preenchedor de formulários chamado wand, muito melhor que qualquer outro




Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)

Pegue um fruto.


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato