Usabilidoido: Menu Principal

English Website


A tendência tableless

Estava quase indo dormir, quando o digom me abordou para uma conversa no MSN. Puxa, como valeu à pena ficar mais um pouco acordado. Passamos por várias tenções: usabilidade X acessibilidade, persuasão X informação, quadrado X redondo e etc. O mais incrível é que tudo tinha a ver, na medida em que a conversa se desenrolava. Esse é só a ponta do iceberg que nos aguarda quando novos dispositivos tiverem acesso à Web. Leiam e fiquem de olho:

Capa do livro Projetando Websites Compatíveis

digom: quanto a questões de compatibilidade com outros sistemas
digom: eu já não sou mto a favor
digom: pq acredito que uma versão feita pra web, pra ser vista em micros
digom: é diferente de uma pra PDAs e Celulares
digom: o que defendo é unificação da informação
digom: claro que se vc tem que apresentar o mesmo conteúdo em 3 "plataformas" diferentes
digom: claro que a informação tem que vir da mesma fonte
fred: concordo contigo
digom: mas não necessariamente sobre o mesmo "encapsulamento"
digom: não se trata de criar 3 versões do site
digom: e sim front-ends que tragam a informação da mesma fonte comum
fred: o problema todo acoontece quando as pessaos confundem acessibilidade com usabilidade
digom: sim
fred: tem que te as duas coisas
digom: quer ver um exemplo que fere esse princípio "estragado" que tá sendo formado na cabeça de muitos profissionais daqui?
fred: manda
digom: é uma situação que encontrei naquele próprio site que estava te mostrando
digom: várias funcionalidades do site na web, não tem pé nem cabeça para constarem numa versão pda por exemplo
digom: muito menos num celular...
digom: ex...
digom: você parar pra baixar os whitepappers da marca no seu celular..
digom: ou seja, é óbvio que existe um tratamento diferente
digom: os canais são diferenciados...
digom: 1 menu para uma versão para celulares jamais vai ser igual a um menu web
digom: a forma de caracterizar a informação
digom: o que fico puta da vida, é que nego defendo o tableless como se fosse a solução pra fugir da santa inquisição
fred: concordo contigo, a usabilidade óptiima requer uma dedicação exclusiva ao suporte
digom: Acessível... compatível...
digom: e funcionalidade?
digom: aí que está o X da questão
fred: mas, se você pode prover acessibildiade a um site sem fazer maiores esforços, porque não o fazê-lo?
fred: tableless é a maior moleza
digom: sim
fred: e ajuda muito a acessibilidade
digom: concordo com você
digom: eu vim do html na unha
fred: mas eu acho o seguinte
digom: o único problema que eu vejo, é a contra-mão da essência do design
fred: futuramente, teremos que projetar uma mesma página para ser aberta em diferentes dispositivos
digom: sim...
fred: só que junto com a página
digom: mas não dispositivos totalmente adversativos
fred: vai as especificações de como exibir em cada dispositivo
digom: sim
fred: no CSS tem um lance chamado mediatypes
fred: e existe o XLST que faz o mesmo pro HTML
fred: é possível ter sites completamente diferentes nas plataformas diferentes
digom: mas já existe pleno suporte por parte dos browsers?
fred: mas com o mesm conteúdo
fred: existe sim
digom: nesse caso eu concordo
digom: só que mesmo assim
fred: mas, o problema é o seguinte
digom: existem recursos pertinentes a cada meio...
fred: wireless ainda é muito caro
digom: não é simplesmente a forma de apresentar
digom: pq se você for ver, o retrabalho que isso vai gerar, vai ser quase equivalente que criar versões autônomas, apenas com a mesma fonte de dados
digom: apropriadas aos seus meios
fred: não, não é mais fácil
fred: a chave pra tudo é a separação
digom: só que 1 mecanismo de detecção eficiente
fred: entre conteúdo, apresentação e comportamento
fred: e não precisa de detecção
fred: o browser faz isso
digom: sim, nesse caso não
digom: se a coisa caminha para um processo evolutivo
digom: como o xhtml transicional
digom: aí julgo válido
digom: pq cá entre nós cara
digom: desenvolvendo em tableless muitos recursos visuais são perdidos
fred: não se perde nada, isso é um mito
fred: quer ver?
digom: posso lançar um desafio então?
digom: você passar um site pra tableless, sem perder nenhuma caractística...
digom: já vi vários sites "quadradões" convertidos pra tableless
fred: dá uma olhada nesse site de banda de rock
w.adrenalyn.net/news/
digom: até aí sim.. válido...
digom: totalmente válido
digom: vejamos
digom: putz
digom: quadrado cara..
digom: eheh
digom: tem cara de site tableless
fred: você quer redondo?
fred: então peraí
digom: mas vou falar uma coisa
digom: o cara foi inteligente
digom: nas adaptações
digom: isso eu admito
fred: http://www.blogger.com/start
digom: ehehhe
digom: já vi esse tbm cara :)
fred: concordo contigo numa coisa
digom: por falar nisso, é um dos que julgo os melhores
fred: que site tableless tem cara de site tableles
digom: sim
digom: isso é fato
fred: mas isso não é por causa da limitação
fred: do código
fred: mas sim por causa de uma tendência do design
digom: então é uma tendência retrógrada?
fred: a tendência por si só sempre é vanguardista
fred: mas, ela é diferente doq ue estamos fazendo
fred: por isso, podemos julgar antiquada
fred: uma tendência no design, está intimamente ligada ao suporte
fred: isso significa que toda a filosofia do tableless está influenciando esse pessoal
fred: agora, temos que fazer sites clean
digom: sim cara
fred: que sejam estruturados
fred: que tenham títulos, caixas delimitadas
digom: só que depende do foco
fred: claro, mas tendência está acim disso
digom: imagina eu querer desnevolver um hotsite
fred: você pega a tendência e aplica no seu projeto, ou não
digom: pra persuadir um determinado público
digom: existem coisas que de cara
digom: eu sei que se eu jogar "quadrado" pro usuário
fred: concordo contigo
fred: para essas coisas existe Flash
digom: vou ter resultados de péssimos pra catastróficos
digom: http://www.nicotinol.com.br/
digom: entra nesse
digom: imagina tudo isso em box quadrados
digom: um indicativo visual de "proibido fumar"
digom: quadrado....
digom: é bem uma analogia
digom: talvez o cara entende...
digom: mas não da mesma forma
fred: hahahaha, mas é possível converter para webstandards mole esse siter
digom: esse sim
fred: você só não vê isso pelo seguinte
digom: usei um mal exemplo :)
digom: nesse eu concordo
digom: e percebo isso
fred: a filosofia do tableless preconiza rapidez no download
fred: quanto mais economico você for, melhor
digom: mas não exatamente da mesma forma
fred: ninja
digom: sim
fred: esse site,não tem jeito, teria que ter aquela imagem de fundo
digom: eu sei
fred: é pesado isso
digom: eu já peguei o espírito da coisa
digom: já li bastante sobre
digom: pra falar a verdade
digom: estou desenvolvendo um projeto
digom: tableless
digom: onde a economia de banda vai ser indispensável
digom: foi esse o determinante
digom: tá mais ou menos na linha do blogger
fred: eu tb peguei um projeto assim, heheheh
digom: mais ou menos um "finjo que sou redondo, mas no fundo sou quadradão"
digom: eheh
digom: ainda mais que é um projeto pessoal, e vai arder no meu bolso
fred: olha só mais um nessa linha: http://www.lousco.com/index.htm
fred: a vantagem desse é que ele consegue ser emocional, coisa rar em site tableless
digom: um que gosto, embora seja quadrado, mas gosto, é do cara que comenta o usabilidoido
digom: o vitor
fred: vitor?
digom: Isso
digom: troquei as bolas !
digom: IVO!
digom: eheh
fred: ah sim
digom: esse dos labradores está bacana
digom: mas vai de contra a natureza orgânica do produto
fred: é o site dele é massa mesmo
digom: labradores quadrados :)
fred: outro dia estava pensando sobre isso
fred: quadrado X redondo
digom: http://www.mesquita.com/
fred: e cheguei à conclusão de que não podemos negar, nossa sociedade é quadrada
fred: os carros, as casas, os prédios, as ruas
digom: sim
fred: tudo produto do racionalismo
fred: que é quadrado
digom: mas tendemos às linhas orgânicas
digom: o famoso "arredondado"
digom: não redondo... arredondado
fred: sim, quando queremos voltar àquele eu natural
digom: sim
digom: acredito que o arredondamento
digom: é uma tendência de redução do impacto racional das formas
fred: com certeza
fred: o redondo é irracional
fred: é uma linha que não tem começo nem fim!
fred: é o infinito dentro dele
digom: sim
fred: porém, não podemos nos esquecer do seguinte
fred: estamos dentro de um ambiente extremamente racional
fred: o computador
fred: está mudando lentamente, mas não adianta
digom: daí que vem a magia da coisa
digom: a grande sacada
fred: que massa o site dos câes que você passou
digom: por ele ser um ambiente tipicamente racional, a busca do orgânico é evidente e crescente
digom: eu também adorei cara
digom: e na boa
digom: tudo no peso certo
digom: redondo onde tem que ser, quadrado onde tem que ser
digom: flash na medida certa
fred: concordo contigo, é uma tenção constante
fred: precisamos do redondo, tanto quanto do quadrado
fred: mas, estou convicto de que no momento, predomina no computador a busca pelo quadrado
digom: eu estou acompanhando a tendência
digom: estudando
digom: pra caso tenha que mudar drasticamente por exigência do meio
digom: eu não seja atropelado
fred: temos que ter a capacidade de fazer as duas coisas
digom: sim


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou iTunes.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 13/11/2004

Palavras-chave

conversa    acessibilidade    arredondado    formas    forma    beleza    função    

Opções



Comentários

Discussão
Rodrigo "digom" Prior
13/11/04 às 01:30

Perdoando os erros de digitação, pelo notável cansaço do horário. Uma bela discussão, a qual acredito ter acrescentado muito.


Discussão
olheiro.
15/11/04 às 19:53

Pfff...

Pra quem fala tanto em usabilidade, até que caberia um pouco mais de aplicação dela na hora de copiar e colar este diálogo.

Formatar de maneira distinta a voz dos interlocutores cairia muito, mas muito bem.


Discussão
Marcelo Linhares
15/11/04 às 23:09

Opa...
detesto os comentários de pessoas que não se identificam, mas fred, desta vez concordo com o "olheiro"....
se você estilizasse cada interlocutor com uma cor diferente seria muito mais legível... na leitura do diálogo, muitas vezes me perdi nas frases sem saber quem era o autor...

mas compreendo a preguiça e as tarefas do dia-dia...

aliás, em falar em preguiça, não seria a preguiça dos programadores um dos grandes responsáveis pela baixa usabilidade nos sistemas web???



Discussão
MarcoGomes
16/11/04 às 08:55

Olá, comprei o http://MarcoGomes.com, estou com um projeto de explicar esta tendência Tableless para os leigos, passa lá e diz o que achou dos textos, obrigado e desculpe pela propaganda descarada.


Discussão
Fred
16/11/04 às 09:27

Vocês são chatos, hein? Não leram que eu disse que estava morrendo de sono?... Eu pensei nisso, mas na hora não consegui bolar um jeito de adicionar uma tag de cor a todos os diálogos usando um Search & Replace. Agora, restabelecido, vi que nem era tão difícil.

Marco, ótimo que mais pessoas estejam divulgando webstandards. Continue o bom trabalho! E não é propaganda descarada não, já que tem a ver com o tópico.


Discussão
Marcelo Linhares
16/11/04 às 12:10

Nooossa....
BEM MELHOR...
me estimulou a ler novamente o diálogo....
valeu!!!!


Discussão
Olheiro.
16/11/04 às 14:19

Há!!! Se tava cansado, com sono ou sem saco. Que só fizesse o post qd estivesse disposto, desperto e motivado.

Chatos?? Nós???
Sinceramente, o ad hominem não convence. Arrume argumentos.


Discussão
Fred
16/11/04 às 16:00

Sr. Olheiro, mais uma dessas demonstrações de ingratidão e eu bloqueio o seu IP para acessar este blog. Já estou cansado dessa anonimato covarde. Será uma lástima, porque até que as vezes você fala algo pertinente.


Discussão
Felipe Uchôa
23/11/04 às 16:26

Adorei a discussão cara (peguei ela já com a formatação certa, mas tá tão legal q nem me importaria de ler td na mesma cor!)...

Continue assim, nunca vi um "artigo" que falasse sobre formas, estilos e tendência no design p/ internet (gráfico tbm não). Valeu pelo post e... vc sabe de algum lugar onde possa encontrar artigos como esse? Que tratem forma, estilo... etc?

Abs!


Discussão
Luiz
08/12/04 às 10:15

Opa! Muito bom esse diálogo, concordo que a aparência da maioria dos sites tableless são quadrados, mas axistem alguns recursos para arredondar as formas, Eric Meyers no livor Erick Meyer on CSS da umas dicas legais...
http://www.ericmeyeroncss.com

Muito bom!


Discussão
Claus
27/12/04 às 10:10

Sinceramente eu fico entre a Cruz e a Espada, pq sou desenvolvedor mas comecei como designer e ainda sou meio que pegado às origens.

Na minha visão de desenvolvedor eu acho maravilhoso termos um código limpo, independente de plataforma e que pode ser reutilizado para muitos fins. O padrão XML, com sua XSLT e demais conceitos, está aí para facilitar a troca de informação também entre quaisquer dispositivos de informação, não somente via web.

Muito mais fácil e organizado elaborarmos estrutura componentizada, onde cada fragmento tem sua função específica blablablabla... assim como no tableless temos a separação do código semântico de sua formatação.

Contudo, também acredito que perde-se um pouco a essência do design na hora de manipularmos formas.

Oh céus.. Tostines vende mais pq é fresquinho ou é fresquinho pq vende mais?


Discussão
Pedro
06/03/05 às 11:35

Peço desculpa por "acordar" uma entrada tão antiga, mas será que alguém me pode explicar porque é um site tabless quadrado? e os outros redondos? É que muito sinceramente, é muito mais fácil criar um site com linhas orgânicas, formas redondas, e etc com tabless do que com tabelas. Há um aproveitamento muito maior da área visível, não existe as limitações de espaços branco por toda uma coluna só porque na primeira célula dessa coluna se colocou uma imagem para fluir o menu para a área de texto. É possível passar qualquer site para tabless, nem que seja pelo simples facto que o define uma tabela como tabela, não é uma TAG table, tr, td, etc, mas sim as formatações inerentes ás mesmas, que existem todas elas em CSS. Obviamente que seguir tal linha de raciocínio estaria errado, mas a verdade é que CSS dá liberdade, não a tira. Louvado position:absolute, relative, e afins. Louvados PNGs transparentes, louvados floats, louvada capacidade criativa do ser humano.
É claro que pode ser apenas um erro de compreensão inerente ás “diferenças” linguísticas do Português falado no Brasil, e o Português falado em Portugal.
(Continuo com muitas dificuldades em ver o seu site cá em Portugal, muitas páginas em branco, páginas incompletas. Tentei ver ser era algo proxy avariado, usando um webproxy americano, e o resultado foi o mesmo)


Discussão
Pedro
06/03/05 às 12:11

Não sei se alguém programa aqui, mas existe um padrão de desenvolvimento (design pattern) chamado MVC, ou Model-View-Controller.

Nesse padrão você quebra sua aplicação nestas três camadas. E o interessante é que toda interface se dá nas views, e toda lógica da aplicação ocorre nos controllers.

O que isso significa? Apresentação de conteúdo separada da lógica do negócio. Você pode fazer quantas views achar necessárias para a mesma aplicação.

O MVC é um padrão geral. Ultimamente estou aplicando ele na web através de um framework ( http://www.rubyonrails.com ). Se alguém se interessar procura pela comunidade ou entra em contato.


Discussão
Fabiano David Pinheiro
15/05/05 às 19:19

Achei muito interessante esse post, pois estou desenvolvendo um site wap; estou lendo muito tbem a respeito de Tableless e o que da para ver e que essa é uma tendencia que chegou pra ficar.

Sem querer abusar de sua boa vontade, vc não pode me passar algum material ou se não indicar onde posso achar.

Valeu


Discussão
Fred
16/05/05 às 15:44

Para saber mais sobre Tableless sugiro visitar o site do Diego e do Élcio:

http://www.tableless.com.br


Discussão
Wagner Renzi
18/05/05 às 22:05

Boa noite!

Esta conversa é algo que estava querendo abordar em algum fórum, mas creio que tirei minhas dúvidas. Pelo menos, boa parte dela. Havia dúvidas sobre a "capacidade" do tableless.

Parabéns pelo material, muito bom.

Grande abraço!,

Wagner Renzi


Discussão
Newton Wagner
24/05/05 às 12:11

To dando uma olhada nos tópicos mais antigos. Realmente interessante esse aqui. "A sociedade é quadrada" então.. nunca tinha pensado nisso! heheheh.

Qto ao tableless, é isso aí. Não se pode julgar os sites feitos em tableless por causa de seus designers q estão seguindo uma linha, ou como disseram, a tendência. Tudo é possível. Tanto que Terra, Yahoo e até Msn.com converteram-se. :D.

Abraços.


Discussão
luiz(BlackAngel)
16/06/05 às 15:55

Olá amigos, estou acordando para a vida agora! Sou iniciante na área e gostaria de ajuda de vcs. Vcs teem boas referencias em portugues(livros, sites e etc..)? vc teem email de grupo? aguardo contato..


Discussão
Jônatas
02/07/05 às 21:03

Gostaria que alguem me passasse algum site ensinando tableless... obrigado!


Discussão
Fred
03/07/05 às 11:04

Uma introdução suave ao assunto está no meu artigo pro Webinsider:

http://www.usabilidoido.com.br/webdesigner_tem_que_dominar_css.html

Quem quiser já por a mão na massa, tem alguns tutoriais no

http://www.tableless.com.br


Discussão
Anonymous
15/09/05 às 04:31

ufa t kinfin az minhinaz pararawm di çi istapiarim puraki, uih. relachem.
fikow fofu dipôiz couz diáloguz coloridinhuz.


Discussão
Davis Zanetti Cabral
16/09/05 às 10:46

Muito maneiro o papo.
Concordo que os sites tableless são mais quadradões, mas acredito que sejam assim, pq quando se quer fazer em tableless, nao se pensa mais em demorar no carregamento, e nem em fazer leiautes carregados.

A web veio e cada navegador mostrava de uma forma o conteúdo, então os leiautes foram amadurecendo em apenas um navegador... sem utilizar padroes globais...

Acredito eu que WaSP seja também para que os leiautes amadureçam seguindo um padrão global... Por isso acho que pareçam meio quadradões... Com o tempo o pessoal se adapta, recria e mais pra frente cria novos estilos...

abraço!


Discussão
João Reis
20/09/05 às 21:31

Caracas !!! Eu queria ter discussões como esta três vezes por semana...

Valeu a pena cada uma das linhas. Me deu um novo ponto de vista, e uma pá de ferramentas na hora de tomar decisões de projeto.

Muito obrigado !


Discussão
Luis Nei Jr.
29/09/05 às 16:52

Como adoro 'sites'!
Gostei muito dessa conversa, a qual me causa um pouco de dor quando 'saio dela' e lembro que o que estou cursando é direito! uhahueuaheh
Aprendi muito nessa página e estou indo explorar mais o site...
Adorei a filosofia de webmaster... o lance dos quadrados versus redondos... heheh
Meu site é absolutamente fora dos padrões de tableless ou w3c :p
Mas um dia ainda o converto pra isso ou php...!

Vlw!


Discussão
João Victor
01/10/05 às 15:12

Menos é mais.

Eu tenho uma tendência a achar sites tableless mais bonitos.

Esse negocio do "estilo tableless de ser", eu acho que nasceu não porque o tableless não permite que você faça outras coisas -- mas porque, junto com o tableless, nasceu uma própria estética que acabou propagando-se por outras pessoas, que gostam de tableless e também se identificaram com essa estética.

É a estética do simples, econômico, limpo, direto-ao-ponto, o anti-flash. Pra mim, tudo que a web deveria ser.


Discussão
Jonathas Scott
07/10/05 às 13:24

a grande questão é:

até que ponto ter usabilidade e ser em tableless é a resposta?? estou me equivocando.. ou ao meu ver em posso ter um puta site estudado TODO em flash, talvez nao estando acessivel para várias mídias ou usuários com deficiência, ou até com o caonteúdo sendo de difícil acesso por uscadores.. mas o que me incomoda muito.. é a associação que se deu por parte da "tendência" de que USABILIDADE = TABLELESS.

abs.


Discussão
Cadu de Castro Alves
09/11/05 às 20:54

Maravilhoso esse diálogo.

Soou como uma espécie de Podcast, só que fluiu com naturalidade. Não havia um roteiro a ser seguido.

Achei maravilhoso!!!

Bem, fazendo uma crítica quanto aos sites Tableless serem quadrados, eu não concordo.

Vou citar alguns "CSS Showcase" para que vocês possam conhecer alguns sites não-quadrados.

Seguem:

www.cssreboot.com - Esse traz sites bem recentes
www.nv30.com/mt/blogomania
www.cssbeauty.com

Pronto! É só ir visitando que vocês verão sites extremamente bonitos e criativos baseados em Tableless.

Abs!


Discussão
Fernando Lima
10/11/05 às 15:36

Muito boa a iniciativa de colocar os diálogos como tema para debate. Fica um aspecto mais informal que condiz com o site. Claro que sempre tem alguém pra dar uma chateada, faz parte e é engraçado.

Concordo que o aspecto dos sites em tableless estão ligados com o conceito da programação, ou seja, uma coisa rápida, limpa, mais exata. É algo que aprendi na prática.

Onde trabalho, além do design, também programo o htm do meu layout ou de outros. Como um dos designer daqui não programa, ele ficou fora desta tendência e continuo a programar os sites "redondos" com tableless sem nenhuma dificuldade agora.

Gostaria de colocar alguns exemplos, mas o código já foi tão mexido por outras pessoas para atualização, que já está todo desvirtuado. Este poderia ser um assunto para outros debates.

[]´s


Discussão
Alan
27/01/06 às 21:04

bah qnto papo troxa
vamo trabalha vamo estuda e para de axa q sua cabeça eh maior q a dos outros


Discussão
marcio morais
31/01/06 às 09:24

Gente, estou totalmente fora do tópico, mas gostaria de saber se tem algum lugar onde eu possa postar oportunidades de trampo em diagramacao com tableless. Preciso de 1 ou 2 pessoas. Fico no aguardo e desculpem a entrada meio brusca. Apesar da grande difusao do tableless, ainda eh dificil encontrar gente que saiba realmente mexer.


Discussão
andre
01/02/06 às 09:32

rs... que papo bom ............


Discussão
Gustavo Gatto
28/02/06 às 10:44

Olha eu sou totalmente favorável aos padrões web, tableless, usabilidade e acessibilidade.

Vejamos alguns pontos ditos no texto acima:

"1 menu para uma versão para celulares jamais vai ser igual a um menu web"

Pode ser que não sejam atualmente exatamente iguais, porém, já podem ser renderizados para o mais perto possível do original.

Veja:
http://www.mobilelife.com.br/2005/12/21/opera-mini-browser-para-telefones-java

Isso é apenas o início, breve teremos melhores renderizações, com suporte a mais navegadores e outras tecnologias.

"fred: que site tableless tem cara de site tableles"

Isso não é verdade...
Hoje a maioria dos sites tableless que conhecemos e reconhecemos que são tableless são blogs de desenvolvedores web.

Na verdade o modelo que estão definindo no assunto são formatos de blogs, que são compridos e quadrados, normalmente com um efeito nas laterais e um fundo degradê.

Pelo menos a maioria dos blogs que conheço têm esse formato.

Veja:
http://www.terra.com.br/capa/
http://www.bol.uol.com.br/
http://www.abril.com.br/
http://www.hsbc.com.br/

Este sites tão famosos são tableless, porém tem a cara que sempre tiveram...

Espero ter contribuído com minha opinião particular com essa discussão...


Discussão
Luiz Paulo
14/03/06 às 15:19

Nossa li um artigo esses dias que se encaixa bastante com o diálogo desse Post(que alias foi muito boa!)!
Pensando fora dos grids la no alistapart!
http://www.alistapart.com/articles/outsidethegrid

A versão traduzida esta aqui neese excelente blog com uma exclente iniciativa!!
http://alabrasil.blogspot.com/2006/02/pensando-fora-do-grid.html


Discussão
Fred Peres
04/07/06 às 13:59

Engraçado...se fala muito em formas, conteúdos, padrões, colaborações, etc.

Mas nesse site, um usuário teve seu ip bloqueado porque fez uma crítica anonimamente.

Vejo muito isso por aí: nos preocupamos demais com teorias que me deixam na dúvida se são tão necessárias.

Na hora do aperto mesmo, bloquea-se um ip. Ponto final. Colaboração é bom, mas quando é conveniente... seria isso?

Isso se encaixa em muitos outros conceitos discutidos aqui.


Discussão
Frederick van Amstel
04/07/06 às 14:14

Segundo a Constituição Brasileira (e a de muitos outros países) o indivíduo é livre para expressar seu pensamento desde que se identifique.

Provavelmente a pessoa bloqueada foi bloqueada automaticamente pelo filtro anti-spam. Recebo por dia, em torno de 400 ataques desse tipo.


Discussão
Venancio Mesquita
20/07/06 às 18:03

Parabéns pela discussão!
Tenho certeza que acrescentou bastante!


Discussão
anderson bueno
16/10/06 às 20:45

legal caras os argumentos de vcs e tal, mas percebi uma insistencia em dizer q com as tecnicas de arquitetura mencionadas por vocês, temos ada vez mais sites quadrados...

nao acho verdade... da-se pra fazer um site tableless por exemplo bem arredondado e estiloso.. usando imagens em bacground por exemplo... nao eh??? enao so isso, intercalar com outras figuras e imagens , e ate animacoes talvez... enfim. acho q eh isso ae

valeu!


Discussão
johnathan
25/10/06 às 11:56

o que é o tableless pelo amor de deus!!!!!!???


Discussão
Tati
27/10/06 às 11:11

Johnathan... Visite o www.tableless.com.br, lá tem toda explicação de Tableless...

Adorei o diálogo! Valeu


Discussão
Renato
09/03/07 às 16:49

olá pessoal...
sou novo na area de web design, e estava pesquisando sobre padrões w3c, quando felizmente topei com esse dialogo bastante esclarecedor(e até divertido pela pequena discussão..eheh) sobre tableless.
gostaria de indicações de outras fontes sobre o assunto..valeu!!


Discussão
Collins Freitas
31/03/07 às 20:04

Olá Pessoal,

Me desafiei a ler toda a conversa e ainda mais todos os post acima do meu. Estou um pouco exausto mas foi por uma boa causa, o tableless.

Trabalho com web a 3 anos... tenhos muitos sites desenvolvidos na internet ainda não consegui migrar para tabless. Conheco o site http://www.tableless.com.br/ mas gostaria de saber se outra forma de eu começar a fazer sites com tableless.

Obrigado.


Discussão
Ademivaldo Rocha Soares
30/08/07 às 22:44

Saudações a todos!
Eu também já ía dormir, cansado de tanto vasculhar a Internet por algo forte sobre o tão falado Tableless, quando me deparei com este entusiasmado tópico.

O melhor de tudo é que, raras as vezes, admirei uma conversa informal tão séria no MSN, que largamente é usado para disseminar besteirol e sacrificar a nossa língua portuguesa.

Certamente há divergências quanto ao uso das tecnologias web, e isso é bom: gera novas informações, pontos de vista e soluções para causas comuns, como a que vou explicitar abaixo.

Numa página html baseada em tabelas há como colocarmos outra página html usando includes. Basta que para isso salvemos estas páginas na extensão shtml. Para que serviria isso? R: serviria, por exemplo, para fazermos uma página só para o menu lateral, de modo que pudéssemos modificar somente uma vez o seu conteúdo (assim como é feito quando se quer modificar cores de títulos com css). Agora... podemos fazer isso usando tableless + css? Como?

Agradeço enormemente caso possam me ajudar.


Discussão
Victor Gomes
04/12/07 às 12:51

Muito boa a conversa, no entanto alguns aspectos são errônios, por exemplo: tableless é quadrado.

Na verdade não, você pode simular elementos redondos ou arredondados de forma muito mais simples do que no layout tabelado.

Tableless tem como principal objetivo a acessibilidade, a teoria de que tabela deve ser usada para fazer tabelas apenas, e não para montar layout.

Sobre design, é bem simples explicar pq a tendencia é quadrada, é mais fácil equilibrar o "peso" do layout. O que resulta em um layout mais bonito estéticamente, mas nada a ver com a tecnologia tableless.

Em: http://www.maujor.com
Têm muito material sobre as CSS e sobre acessibilidade.

Outra idéia para vocês discutirem depois:
- Acessibilidade no Flash (Sim, isso é possível).

Um forte abraço,
E parabéns pela iniciativa.


Discussão
Pedro Daniel
24/03/09 às 10:05

Valeu pelo post muito bom!!! estou estudando sobre isso!!!! e foi de grande valia!!!!! Continuem assim!!!!

Mas para vc fred, hoje. site redondo ou quadrado?
No fim não ficou muito clara para mim a posição de vcs quanto a isso!!!




Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato