Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Tableless na veia

Depois do meu polêmico artigo pró-CSS (escrevi inspirado no livro do Zeldman), me senti na dívida com meus leitores. Para mostrar o caminho das pedras mais suave, escrevi um tutorial de como criar layouts em tableless no Dreamweaver MX 2004. Ele vai familiarizar o webdesigner com os parâmetros do CSS e depois libertá-lo para editar direto no código, se quiser. Comigo funcionou assim, pelo menos.

Quando comecei a ler os emails da ArqHP (Irapuan Martinez e seus amigos), fiquei maravilhado com as vantagens dessa abordagem, mas parecia muito longe da minha realidade. Não podia me dar ao luxo de reaprender tudo de novo. Resolvi arriscar e montar um layout todo só com os "layers" do Dreamweaver. Deu muito certo. Era uma maravilha não ter que ficar cortando imagens e mechendo nas propriedades de cada tabelinha.

Aos poucos fui percebendo que o código ficava muito sujo, com toda formatação no atributo style do DIV. Comecei a entender como usar os abstratos float e position: relative. Aí deslanchou meu entendimento, mas o Dreamweaver MX não estava renderizando direito. Parti para o código na mão.

Agora no MX 2004, fiquei animado. A renderização ficou ótima, e a interface mais sensível ao CSS. O problema é que na minha máquina (PIII850) trava direto. Por enquanto, só tô usando o TopStyle e tô feliz. Mas confesso que uma edição wywiwyg aumentaria ainda mais minha produtivididade. Espero que a Macromedia resolva esses problemas no próximo update do software (o 7.1 ficou mais leve, mas continua travando).


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou Instagram.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 02/04/2004

Palavras-chave

tableless    webstandards    css    

Opções



Comentários





Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato