Usabilidoido: Menu Principal

English Website


O framework do designer de interface

Pois é, assim como os programadores tem códigos e mais códigos com snippets, classes e módulos de aplicações, designers de interface acumulam um repertório de design gráfico e de interação. A diferença é que a maioria faz o arquivamento só na mente e depois acessa a maioria das vezes inconscientemente. Você não precisa fazer muito esforço para ter uma idéia de como desenhar um ícone para imprimir um texto né?

Porém, acredito que chega um momento em que a mera observação despreocupada não é suficiente para evoluir o repertório do designer. Os efeitos parecem se repetir, e o cerébro já descarta na hora. Ele já sabe aquilo. Se olhar com calma, talvez perceba um nuance que difere de todos os outros já vistos. Por isso, sugiro que os leitores comecem a a prestar mais atenção aos diferentes efeitos utilizados num ícone, num menu, numa animação e etc. Ro London coletou 300 ícones interessantes bem em voga.

É preciso ter uma visão analítica, saber quebrar o todo em partes e olhar para cada uma delas em separado. É uma forma de racionalizar o design. Quem leva o design de um layout na intuição, não vai gostar nem um pouco de ouvir isso. Porém, acredito que quando o designer age dessa forma, ele está sendo mais artista do que designer. Design serve o mundo de negócios e o mundo de negócios é racional. Quanto mais racional, mais profissional. É esse o mote. Quem quiser nadar contra a correnteza, pode tentar...


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou iTunes.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 30/04/2004

Palavras-chave

framework    interface    

Opções



Comentários

Discussão
Marcelo Linhares
30/08/04 às 12:05

Pois é...
Recomendo tentar explicar esta ciência para os designers, se existem tantos websites com taxas de usabilidade pífias, grande parte dessa culpa se deve a "criatividade" dos designers.
Não raro, observamos menus "escondidos", excesso de textos em fontes pixelsarts, barras de rolagens invisíveis e longas num espaço de visibilidade minúsculo, e blá,blá,blá,blá...

Fred,
tenho uma pergunta para lhe fazer, como é que funciona as "patentes" sobre os ícones (se é que existe)? Eu posso pegar um ícone q eu achei interessante em determinado site, realizar alguma alteração de cor e publicá-lo no meu site???

Desenhar ícones não é tarefa fácil (pixels by pixels).


Discussão
Fred
30/08/04 às 12:47

Essa pergunta é espinhosa, Marcelo. Na minha opinião, você não pode fazer isso não. Por coincidência publiquei um post dando dicas para criar ícones há 5 minutos atrás. Dá uma olhada que você vai ver que não é tão difícil assim:

http://www.usabilidoido.com.br/processo_de_criacao_de_icones.html

Porém, muita gente vai discordar de mim. Quem tiver disposto, tem uma discussão gigantesca no Mezzoblue sobre o assunto:

http://www.mezzoblue.com/archives/2004/07/26/design_theft/index.php


Discussão
Marcelo Linhares
30/08/04 às 18:32

Valeu pelo link indicado...

Obs:.
O link da arte "Amaryllis, Piet Mondrian (1910" desta página está quebrado...


Discussão
j. a. pelegrina
18/03/07 às 19:59

Tudo muito bom.

Dê uma espiada no www.mondrian.kit.net - é pertinente.

Um forte abraço.

j. a. pelegrina


Discussão
Renata do Carmo
06/02/11 às 18:06

Como sempre estes links sobre designer de interface são uma aula Frederico! Adorei este post!
Estava precisando de um estímulo destes, pois são tantas as nucances que temos que aprender, que o designer tem que ficar atento.

Muito obrigada!
recomendo os livros grid e layout da bookmarks lançados em 2009 mas bastante atualizados e traduzidos para o portugues. Se puder indicar mais livros gostaria de saber!
Abraços,




Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)

Pegue um fruto.


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato