Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Preconceitos da interação humano-computador

Quer retribuir o compartilhamento livre de conhecimentos? Ajude a transformar aulas gravadas em textos.

Preconceitos da interação humano-computador

Artigo resumido apresentado no Workshop CAPA (Culturas, Alteridades e Participações em IHC: Navegando ondas em movimento) e posteriormente publicado no ebook de anais do evento.

Resumo

Seis preconceitos cultivados no seio da Interação Humano Computador têm prevenido a criação de novos conceitos para interfaces: a desumanização do computador, a distinção epistemológica entre grupos humanos, a divisão social do computar, a individualização de problemas sociais, a normalização estatística do indivíduo e a redução do conhecimento ao computável. Tais preconceitos operam não só como esquemas cognitivos, mas também como fundamentos disciplinares e práticas organizacionais que reproduzem a cultura de escritório estadunidense. Para gerar novos conceitos para interfaces, a pesquisa em Interação Humano Computador precisa superar estes preconceitos e estabelecer diálogos com outras culturas, em especial, aquelas que são prejudicadas por tais preconceitos.

Preconceitos da interação humano-computador [PDF] 8 páginas

Como citar

VAN AMSTEL, Frederick M.C. Preconceitos da Interação Humano-Computador. In: CAPA - culturas, alteridades e participações em IHC : navegando ondas em movimento.1 ed.Curitiba: IBDSEX, 2020, v.1, p. 54-61.

Slides


Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 24/01/2018

Redes

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou Instagram.

Opções



Comentários



Comente.





(aguarde que é demorado mesmo...)



Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba as novidades!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Website internacional | Política de Privacidade | Contato