Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Diálogo OK/Cancelar/Aplicar

O medo de perder trabalho no computador é tão grande que mesmo os usuários experientes são ultra-cautelosos ao se deparar com diálogos complexos. Notei que várias pessoas usam os botões de confirmação dos diálogos de configuração de softwares Microsoft de um jeito diferente do que foi projetado.

windows_aplicar.png

Meu patrão, por exemplo, sempre clica em "Aplicar" antes de clicar em "OK" e fechar qualquer diálogo. Ele diz que não clica em OK direto porque alguns softwares não salvam as informações assim. Que eu me lembre, isso não é verdade.

Na minha opinião, o botão "Aplicar" está mal rotulado, e pior, o botão "Cancelar" tem um comportamento inesperado. Minha solução seria mudar o primeiro para "Testar" e cancelar todas as alterações feitas com o "Testar" depois de clicar no botão "Cancelar" (que continuaria fechando a janela). Quem quiser se aprofundar mais, tem uma discussão boa no blog Joel on Software.

Disse que usuários avançados tomam cuidado com diálogos complexos, mas com diálogos simples (Sim/Não) eles nem lêem as perguntas quando elas parecem já ser conhecidas. Aliás, esse comportamento é a causa de muitas falhas humanas no uso do computador. Quantas vezes você já não fez "cagada" assim? Observar com atenção essas questões deve ser rotina para designers de interface. Entender os nuances subjetivos da interação humano-computador pode decidir muitas questões objetivas.

Fato engraçado: a tecla S do meu teclado é a mais brilhante de todas e também está afundada de tanto que eu pressiono control + s para salvar enquanto trabalho. Aliás, gosto de usar o teclado por essa segurança e controle que ele me permite. Também para descontrair, achei no Google um jogo em Flash que mexe justamente com esse medo de perder dados.


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou iTunes.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 17/06/2004

Palavras-chave

diálogo    ok    subjetividade    subjetivo    

Opções



Comentários



Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato