Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Teatro do Oprimido para Corporificar Contradições de CTS

Quer retribuir o compartilhamento livre de conhecimentos? Ajude a transformar aulas gravadas em textos.

Teatro do Oprimido para Corporificar Contradições de CTS

As relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) são permeadas por contradições que dificultam, por um lado, compreender tais relações e, por outro lado, permitem a transformação destas relações. A pesquisa e educação em CTS visam, dentre outros objetivos, descortinar tais contradições. Para isso, são utilizados métodos dialéticos, porém, estes métodos são, eventualmente, criticados pelo uso de abstrações complexas, embora sua razão de existência seja justamente chegar ao pensamento concreto.

Proposta

No campo das Artes, o Teatro do Oprimido oferece diversos exemplos de engajamentos com comunidades que aplicam métodos dialéticos à partir do corpo. O corpo é colocado em movimento para perceber, observar, criticar e combater opressões cotidianas. Ao invés de trabalhar diretamente com o conceito de contradição, o Teatro do Oprimido trabalha com o conceito de opressão, muito embora considere que este último se origine do primeiro.

Os estudos sobre Teatro do Oprimido já demonstraram sua vocação para trabalhar opressões como o autoritarismo, racismo, machismo e colonialismo, porém, ainda não se explorou a possibilidade de utilizar o Teatro do Oprimido para trabalhar a mediação tecnológica nas relações de opressão.

O presente estudo apresenta uma análise de práticas e depoimentos dos participantes de uma atividade de extensão em uma Universidade Tecnológica que utiliza Teatro do Oprimido para trabalhar contradições em CTS.

Slides

Áudio

Teatro do Oprimido para Corporificar Contradições de CTS [MP3] 26 min

Conclusão

Os participantes relataram uma percepção mais aguçada sobre valores carregados pelas tecnologias em situações cotidianas, o que estimulou também reflexões sobre as origens dessas tecnologias. Através do teatro, o papel da tecnologia na mediação de relações de poder ficou evidente, o que levou os participantes a valorizar momentos de "desintoxicação tecnológica", como o não-uso do telefone celular por algumas horas. Tais relatos sugerem que o Teatro do Oprimido, com pequenas adaptações, é efetivo também para descortinar contradições em CTS.

Como citar

Amstel, Frederick M.C. van. Teatro do Oprimido para Corporificar Contradições de Ciência, Tecnologia e Sociedade. Apresentação em VIII Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade. Belo Horizonte, 2019.

Podcast

Inscrição no iTunes Inscrição no Spotify listn-on-Google-podcasts-logo.png

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 18/08/2019

Redes

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou Instagram.

Citação

VAN AMSTEL, Frederick M.C. Teatro do Oprimido para Corporificar Contradições de CTS. Blog Usabilidoido, 2019. Acessado em . Disponível em: http://www.usabilidoido.com.br/teatro_do_oprimido_para_corporificar_contradicoes_de_cts.html

Relacionados



Comentários





Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba as novidades!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Website internacional | Política de Privacidade | Contato