Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Usabilidade em prol da Sustentabilidade

Oficina do Dia Mundial da Usabilidade 2009.

SANY0006.JPG

O mundo muda a partir de pequenos atos, para pior ou para melhor. Desligar uma lâmpada desnecessária, jogar o lixo reciclável na lata separada e fechar a torneira enquanto se escova os dentes são hábitos sustentáveis porém, incômodos.

As pessoas em geral não estão alheias à questão da sustentabilidade, mas no dia-a-dia a usabilidade é mais importante. Precisamos fazer tantas coisas em tão pouco tempo que a sustentabilidade acaba sendo deixada em segundo plano.

Será que é possível unir as duas coisas? Será que o Design pode propor mudanças de hábitos unindo usabilidade e sustentabilidade para o dia-a-dia urbano? Essa era a pergunta-desafio que propus aos alunos do Centro Tecnológico Opet no Dia Mundial da Usabilidade, semana passada.

Comecei apresentando os conceitos de indução de comportamento pelo Design do Dan Lockton. Em seguida, mostrei exemplos em que o comportamento sustentável era a opção mais divertida, como na proposta da Fun Theory da Volkswagen.

O desafio era criar uma pequena intervenção no dia-a-dia das pessoas que tornasse mais fácil ser sustentável. Algumas propostas foram muito boas, outras não chegaram a aproveitar a usabilidade como fator de indução e ficaram apenas no divertimento. De qualquer forma, foi uma experiência muito bacana saber que estávamos conectados com uma comunidade global pensando na mesma questão.

Conceitos desenvolvidos

SANY0013.JPG

Um espelho que modifica a imagem do usuário de acordo com seu consumo de água. O usuário pode ganhar nariz de porco, dente preto ou chifrinhos caso gaste água demais.

SANY0014.JPG

Bicicleta ergométrica que transforma a energia da pedalada em energia elétrica. Para ligar os acessórios, o usuário precisa pedalar. No primeiro nível de velocidade, o usuário consegue ligar o ventilador, no segundo o rádio e no terceiro uma televisão.

SANY0018.JPG

Uma pia com um bonequinho que se afoga quando gasta água demais.

SANY0020.JPG

E o grande vencedor do desafio: colocando pilhas nesse dispensador, você assiste um breve espetáculo musical feito por pequenos bonecos-robôs.

SANY0021.JPG

Até meu filho participou (6 anos)! A idéia dele era aproveitar a luz solar para aquecer água e usar para esquentar comida no fogão e tomar banho.


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou iTunes.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 20/11/2009

Palavras-chave

sustentabilidade    usabilidade    

Opções



Comentários

Discussão
War
10/12/09 às 23:54

Muito legal. Acho que a sustentabilidade vai ocorrer, quando as pessoas começarem a achar legal pratica-la, quando ideias crativas servirem para divertir e serem sustentáveis ao mesmo tempo. Infelizmente poucos são conscientes de sua contribuição nesta luta.


Discussão
Alexandre Ribeiro
14/12/09 às 17:51

Gostei das propostas, principalmente a vencedora.
Seria interessante se essa 'jukebox' permitisse a escolha da música tocada.
Se estivesse em um local estratégico como um shopping, pode ter certeza de que não sobrariam pilhas para serem jogadas no lixão... =)


Discussão
Fabio Akita
21/12/09 às 12:56

Achei fantásticas as idéias, parabéns aos alunos, gostei principalmente da primeira, onde as pessoas não tem muita conciencia do que gastam de água, porém se arrumasse algumas coisas na primeira opção seria ótima, pois ela tem alguma falhas. Mas estão de parabéns...


Discussão
Luciano Lobato
11/01/10 às 14:21

Acho promissor o papel que o design está tomando para si: realizar mudanças comportamentais das pessoas com fins maiores em vista (sustentabilidade, aquecimento global etc.).

Se grande parte dos problemas ambientais são causados por fatores comportamentais, e grande parte dos problemas comportamentais são causados por fatores ambientais, os designers sendo profissionais que trabalham com o "ambiente construído", podem ter uma grande influência no comportamentos das pessoas, que por sua vez, têm grande impacto no ambiente.


Discussão
Copa do Mundo
12/01/10 às 09:58

He, as idéias são até legais, mas gastam muita energia - por que não pensar em algo sem telas nem robôs?


Discussão
marcelo portoes
01/02/10 às 11:36

Este post esta fantastico
Conscientizar na infancia é a solucão.


Discussão
Caio
04/02/10 às 10:20

Penso que tudo começa a partir de uma educação e uma cultura com iniciativas, não vejo interessante infantilizar a massa, a educação vem de casa, e como estão as casas? Produtos acessíveis existem porém qual a verdadeira proporção de pessoas que tem acesso a esses produtos? Quando algo assim se tornar sério aos olhos de todos, acho que assim podemos começar a mudar alguma coisa de alguma forma...*opinião




Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato