Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Dicas de redação jornalística na Web

Esboço de manual de redação escrito para o jornal online Comunicação, mantido enquanto fazia a faculdade de Jornalismo da UFPR.

Isto é um manual de redação?

Não. A internet ainda está começando a tomar forma. Ela permite inovações. E, como em todos os demais veículos, nada é estanque. "Regras foram feitas para serem quebradas", já dizia um outro. Mas, devemos conhecê-las para poder fazer isso, afirma Jakob Nielsen, o guru da usabilidade e criador de diretrizes respeitadíssimas para websites.

Que tipo de jornal é este?

Segundo Luciana Moherdaui (2000), "atualmente há duas formas de jornalismo na internet. A primeira delas é a informação puramente on-line, em tempo real. A segunda são os sites de publicações, especialmente da mídia impressa, transportados para a internet." O Comunicação é feito especificamente para o ambiente online e seu conteúdo deve estar adaptado para tanto.

Qual é o tamanho ideal para as matérias?

Na internet, não há mais limite espacial para publicação de material como há nos veículos precursores. Porém, isso é relativo. Fatores como tempo de carregamento de página, área útil do monitor e, principalmente, assimilação do leitor acabam definindo uma quantidade.
O segredo é primeiro mostrar a ponta do iceberg, para não afujentar leitores apressados ou preguiçosos. A imersão deve ser gradual e voluntária. Por isso, o texto inicial deve ser curto e sedutor.

Bruno Rodrigues lembra seu vovô, redator de reclames dos anos 30: "Quando se tem um espaço reduzido, escreve-se pouco e objetivamente. E tenta-se ser o mais persuasivo possível." É preciso, a cada parágrafo, convidar o leitor a ler o próximo; a taxa de abandono de textos na internet é muito grande.

Sobre o tamanho de um texto numa tela, ele preconiza que "não ultrapasse 20 linhas. É o patamar que mais se aproxima da expectativa do visitante." Se necessário for, quebre o texto em páginas, como faz a Wired.

Crawford Kilian, autoridade mundial em jornalismo online, afirma que "as pessoas dificilmente lêem mais de dois blocos de texto de até 100 palavras. É importante conseguir que o leitor saiba o máximo lendo o mínimo." O tamanho máximo dos parágrafos, para ele, é 75 caracteres.

Pensando na usabilidade de um texto noticioso na web se chega a conclusão fácil de que ele não deve ser maior do que a tela do monitor, já que as barras de rolagem são difícieis de serem manejadas e o leitor pode se perder ao tentar achar onde parou antes de rolar.

Como é a coesão do texto?

Por conta do aumento de parágrafos, o texto costuma ficar mais "quebrado". Isso não é um problemal. Em geral, o leitor não fica desapontado com a quebra. Além de ser poupado dos elementos de coesão (que normalmente tomam a maior parte do tempo de redação), o texto ganha dinâmica tanto na escrita quanto na leitura. Essa característica aproxima o texto de internet da maneira como o texto se forma na mente; está implícita a coesão no fluxo do pensamento. Mas, por favor, sem exageros.

Como aproveitar o recurso de hipertexto?

Leonardo Moura dá a dica de adicionar embaixo das matérias telefones úteis de entrevistados, emails de personalidades ou instituições e, é óbvio, links relevantes. A melhor coisa do hipertexto é a opção de aprofundamento infinita e deve se evitar que as matérias sejam o fim da linha nessa jornada.

Luciana Moherdaui reforça: "É possível explorar as relações com o passado oferecendo informações de fundo ou links com reportagens sobre o mesmo tema." Por isso, além dos links automáticos das matérias sobre o mesmo assunto, é preciso aproveitar o recurso do hipertexto no corpo da matéria.

É preciso oferecer ao leitor diferentes níveis de informação. Leitores que desejam ver um panorama geral dos acontecimentos (como o telespectador da TV) e os que procuram coberturas mais aprofundadas devem ser satisfeitos. "Para editar notícias na Internet, é preciso renunciar ao conceito de texto unitário e substituí-lo por textos fragmentados", diz Moherdaui.

Uma palavra sublinhada é uma tentação num texto jornalístico. O leitor é compelido a clicar, por curiosidade. Claro, somente se o assunto for relevante. Outra função é ajudar na leitura dinâmica, facilita o entendimento apresssado.

A interatividade cria no leitor um aguçado senso crítico. A cada escolha, ele avalia o resultado e acrescenta à sua experiência. E as escolhas acontecem constantemente. Clicar ou não clicar nesse link? Continuar a ler o próximo parágrafo? Fechar o browser e abrir o Frecell ou o Paciência? >:-)

Como deve ser a linguagem?

Leonardo Moura lembra que jornais online podem ser lidos em qualquer lugar do mundo: é preciso evitar jargões e contextualizar os assuntos. Essa propriedade nunca pode ser esquecida, mesmo num jornal de interesse local.

A redação online está muito mais próxima da redação do rádio e da televisão do que do jornal impresso. De certa forma, ele "conversa" com o leitor. E o clique é a pergunta.

Por isso, "a linguagem coloquial deve prevalecer em qualquer um dos casos, pois a rede não tem tempo para formalidades. Quanto mais formal, mais palavras e mais dificuldade de esclarecimento." Isso não significa que as regras gramaticais devem ser esquecidas. Pelo contrário.

Um dos estigmas da internet é que ela apresenta muitos erros de linguagem. O internauta é muito crítico e exige precisão.

Como criar credibilidade?

Falando em estigma, o mais notável deles é quanto a credibilidade da informação. Como é um veículo novo, as pessoas costumam duvidar da sua veracidade. Por isso, é preciso sempre checar muito bem as informações para não dar barrigada.

Detectado algum erro, substituir pela informação correta imediatamente - esse é um grande consolo, em relação as mídias anteriores. Se o erro ficou no ar por mais de 24 horas, vale adicionar uma nota de errata explicando no final da matéria.

Qual a frequência de atualização ideal?

A Internet só perde para o rádio em agilidade para dar furos. Em redações de jornais online sempre há um radioescuta preparado para chupar os furos e pautas. Quando um internauta abre uma página dessas, ele quer ver furos, quer matérias fervendo. Por isso é importante sempre trazer notas, mesmo que incompletas.

Como deve estar estruturado o texto?

A concorrência na web é muito grande. "É preciso ter em mente que o leitor do veículo virtual é apressado e, se não temos um bom lide e uma boa amarração de idéias para dar continuidade até finalizar a reportagem, perdemos o freguês, que clica em outro link e vai embora," afirma Leonardo Moura.

Moura é categórico: "Frases curtas e pontuação são essenciais na rede." Sua dica é ler o texto em voz alta após a finalização. Se o ar faltou durante alguma frase, o texto não está claro para o internauta.

As frases devem ser na ordem direta. É vital para a leitura, porque "o internauta raramente lê um texto mais de uma vez" (Leonardo Moura). Exemplo:

Indireta: "A primeira empresa júnior fundada no Brasil foi a da Fundação Getulio Vargas, em 1988"
Direta: "A empresa júnior da Fundação Getúlio Vargas é a primeira fundada no Brasil, em 1988."

Qual o nível de concisão do texto?

A concisão no texto de internet deve ser uma obsessão. "Expressões como 'sucesso de público e crítica', 'fortemente armado' ou 'consenso geral' podem ser substituídas por 'sucesso', 'armado' e 'consenso'", exemplifica Leonardo Moura.
Locuções também devem ser evitadas. 'Usou' em vez de 'fez uso de', 'incentiva' ao invés de 'procuram incentivar' e por aí vai... A dica é sempre que houve dois verbos juntos, corte um.

Quais são as convenções para grafia no Comunicação?

  • Números: por extenso até dez. Em diante, numeral
  • Datas: dia 2 de dezembro de 1992
  • Horas: 00h00 - 23h59
  • Adjetivos: restringir o uso
  • Clichês ou metáforas: evitar em favor da clareza
  • Termos simples: facilitar sempre o vocabulário
  • Pronomes demonstrativos: em excesso, prejudicam o ritmo do texto; deve-se dar nome às coisas
  • Pronomes indefinidos: não devem ser usados. Caso não seja possível determinar quantidades com precisão, é preferível deixá-las de lado
  • Repetições: palavras repetidas podem contribuir para a clareza do texto assim como na linguagem oral. Porém, evitar o exagero. Na redação impressa, costumamos pensar em sinônimos para evitar repetições, mas para a web, isso não é necessário
  • Voz ativa: sempre
  • Chamadas: é o teaser publicitário da matéria. Deve ressaltar os pontos de interesse, mas sem grandes revelações. Máximo 200 caracteres
  • Títulos: Precisam atrair a atenção ao máximo. Impacto. Concisão. Criatividade. Se for chato, o leitor não lê nada mais. Há grandes chances de sair do site. Máximo 70 caracteres.

Como devem ser as enquetes?

Os usuários na internet são muito apressados e não leêm textos longos. Além disso, gostam de opinar mas não de ficar muito tempo parado, pensando qual resposta mais se adequa a sua posição. Estão mal acostumados a dizer sim ou não, como está na maioria das enquetes da internet.

Querem perguntas rápidas, rasteiras e respostas diretíssimas. Se o objetivo é ouvir o leitor, então que seja feita sua vontade.

Não é interessante construir respostas elaboradas. Se o internauta quer explicar porque escolheu sim ou não, ele deixa um comentário logo abaixo da enquete. Lá ele pode opinar muito mais do que numa escolha fechada. Lembre-se que a enquete funciona somente como um incentivo para a discussão que ocorre nos comentários. Sua função é publicitária; seu texto deve ser sedutor.

Livros essenciais

Guia de Estilo Web Como Escrever na Rede Webwriting: Redação & Informação para a Web Linguagem Jornalística


Dicas

Siga-me no Twitter.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 26/12/2004

Palavras-chave

jornalismo    redação    manual    

Opções



Comentários

Discussão
Lina Feldner Ferreira
05/04/06 às 15:27

Gostaria de obter maiores informações sobre os cursos oferecidos, referentes à redação tanto escolar quanto jornalística.


Discussão
Tatiana Schaidt
04/08/06 às 12:01

Hola me chamo Tatiana sou estudante de jornalismo da Faculdade Estácio de Sá do Estado de Santa Catarina,encontrei esta página no Google,mas não consigo abrir as respostas no Comunicação,seria possível me envia-las ao meu e-mail?
Ficaria muito grata,pois estou precisando para um trabalho de Redação Jornalistica.


Discussão
francisco bodstein
22/08/06 às 18:16

from;campo grande ms
sou estudante de jornalismo da Estacio de Sá em Campo Grande MS. Gostaria de saber se a redação jornalistica tanto em portugues ou ingles existem diferençã .
estou no intermediario do ingles no CCAA E FAÇO O 1 ANO DE INGLES NA CULTURA .Por que um complementa o outro em gramatica e pronuncia .
Se a globalização melhorou o interresse jornalisco do Brasil para o exterior e como trabalha .
grato


Discussão
eli regina
28/09/06 às 15:28

muito boa as dicas
´parabens


Discussão
eder
28/09/06 às 19:24

ola gostaria de dicas para o meio impresso,abraços...


Discussão
Erica A. Machado
31/01/07 às 14:26

Preciso de sua ajuda, temos um pequeno site cultural : http://sunriserecords.sites.uol.com.br
e precisamos remodelá-lo, seria possível quando tivesse um tempo fazer uma crítica pequena ?


Discussão
mrhot
24/03/07 às 14:42

Ola!
Parabens!
Gostariamos muito que escrevesse em nosso portal www.zigbr.com sobre qualquer assunto escolha o assunto obrigado
ficaremos muito felises com sua participação


Discussão
Inã
22/04/07 às 11:45

Muito bom, ajudou bastante vou ler até uma segunda vez...


Discussão
Juliana Brito
22/08/07 às 01:24

Adorei o conteúdo da página. Também encontrei por meio do Google. Parabéns


Discussão
LUIZ ALBERTO DE SOUZA PAIVA
13/09/07 às 20:37

Olá!!!

Me chamo Luiz Alberto de Souza Paiva graduado em Comunicação Social (publicidade e propaganda) e
estou pela primeira vez acessando esse site e estando pesquisando alguma coisa sobre redação jornalistica, deparei com esse site, em que poderá muito me ajudar em futuros trabalhos academicos.

atenciosamente,


Discussão
Natália
07/11/07 às 00:03

Adorei a interface do site.
As dicas são muito boas, leves até.Completamente diferentes dos manuais padrões, super taxativos.
Aprendendo intensamente.
Obrigada,


Discussão
William Smith
14/12/07 às 22:08

Quais são as convenções para grafia no Comunicação?

gostei! Mas, preste atenção nos detalhes.


Discussão
Marcos Martins
12/03/08 às 17:53

Olá, sou aluno do primeiro período de jornalismo do Centro Universitário Izabela Hendrix em Belo Horizonte - MG.
Sou foca em redação on-line e as dicas foram muito boas. gostei muito. valeu!


Discussão
Carolina Albini
25/03/08 às 12:02

Olá! Eu moro no interior de São Paulo. Gosto muito de jornalismo. Apesar de não ter formação e nem trabalhar nessa área, escrevo algumas matérias para o jornal da catedral de São Paulo. Meu p´roximo objetivo é escrever um livro. Achei muito boa e úteis as dicas citadas aqui. Parabéns!


Discussão
Kassiana
30/05/08 às 17:34

Olá, existem outros links que pode me indicar com dicas para textos em web?


Discussão
cinthia flores
18/12/08 às 10:19

escrever para a internet.
oba, resolvi aceitar este desafio.
vamos ver..
leitores e preparem, estou chegando no mundo virtual.
beijos da prenda do sul do país, cinthia flôres


Discussão
josé Corato
16/05/09 às 13:09

Estou estudando jornalismo, e gostaria muito de informações de: "como escrever para jornal". Caso seja possivél me envie por e-mail.


Discussão
Iara
02/07/09 às 15:11

Pretendo fazer essa aréa e estou em dúvida!!
Principalmente em Jornalismo em redacao apesar de ser uma área que eu admiro ...
Amo redacao ,porém preciso saber muito mais sobre essa área!!!


Discussão
marjure de avila oyarzabal
27/01/10 às 15:11

eu sempre gosto de fazer redações colocando ali um pouco do que eu vivo, sei que sou meio nova mas,desde muito pequena adoro jornalismo é quase
a minha vida, adoro falar sobre moda,esportes,lazer,
eventos,etc...
eu só nao gosto de escrever coisas como adoro filmar marcar aquele momento pra sempre,bom eu sempre adorei, amei jornalismo e tenho facilidade para aprender nao sei se é isso mas pra mim é sim .



Discussão
Ben Oliveira
07/05/10 às 10:38

Gostei das dicas de redação jornalística na web. O texto me ajudou bastante e estou indicando para os colegas.


Discussão
Alexandre Kohl
23/08/10 às 11:10

Gostei bastante do site. Vou visitá-lo mais vezes. Tenho pesquisado muito sobre Comunicação Escrita Multimídia, Webwriting (como escrever na internet), Roteiros Multimídia (principalmente como escrever roteiros para filmes de cinema e textos para peças de teatro), Literatura na Web (principalmente livros, narrativa curta, como escrever contos e crônicas) e uma dica que eu dou é um blog que eu achei e disponibiliza um conteúdo legal sobre esses temas.É é o http://webwritersbrasil.wordpress.com/. Espero que gostem da dica!
Valeu


Discussão
Simone
23/10/10 às 16:36

Olá, Estou com um projeto de Tv para apresentar, só que eu fiz um video apenas.. Como fazer por escrito este projeto??? Me ajuudeeeeeem

Simone Marinho


Discussão
Laura Liz
19/06/11 às 17:44

Olá, primeiro quero parabenizar
pelo o seu trabalho, estou trabalhando com
essa àrea no momento e uma das minhas funções é
escrever para internautas e estou começando agora, ainda tenho muitas dúvida e uma delas seria: se você fosse escrever para uma Religião como você escreveria?

Desde já agradeço

um Grande abraço

Laura Liz


Discussão
Francisco de Paula Mesquita
29/05/12 às 13:07

Bem sabemos que existem jornais online em grande quantidade, porém não em qualidade; as dica deste site, se faz de suma importância para quem quer enfrentar a concorrência, oferecendo qualidade.


Discussão
Angela Regina de Freitas
16/02/13 às 18:36

Ótimas dicas e bem práticas! Obrigada!



Retrucadas

Se você tem um blog, pode retrucar via TrackBack:
http://www.usabilidoido.com.br/cgi-bin/mt/mt-tb.cgi/144


Comente.






(aguarde que é demorado mesmo...)


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato