Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Projetando Websites Compatíveis

Capa do livro Projetando Websites Compatíveis Este livro vai te ensinar tudo o que você precisa para entrar nos webstandards de forma gradual e progressiva. O diferencial são as dicas para lidar com as diferenças de renderização entre os navegadores.

Quer reduzir pela metade o tamanho dos seus websites, o tempo de produção e as incompatibilidades junto aos browsers? Então leia esse livro, urgente. Não vai doer nada, pelo contrário, a leitura é muito suável e engraçada, Zeldman faz piadas o tempo todo. Ele parece estar conversando com o leitor, reconhece os momentos mais tensos, difíceis de compreender e repete ao longo do texto os pontos cruciais.

Os padrões para a Web vieram para ficar e são muito bons, por sinal. Nada melhor do que fazer apenas uma versão de um website e enxergar ela igual em todos os browsers modernos disponíveis no mercado. Não, os padrões não excluem os browsers antigos. Para que o website continue funcionando neles, não é preciso criar sniffers tampouco ratear por baixo e cortar novos recursos de CSS. Basta aprender as diferenças entre eles e as formas de contorná-las.

É nesses "hacks" que Zeldman vai se ater mais. O melhor é que ele não só fornece o código da solução, mas também explica o porque de seus detalhes. Já ouviu falar do singular modelo de caixa (box-model) do Internet Explorer 5? E o tamanho de fonte baseado no comprimento médio do braço? Para criar websites profissionais usando XHTML é preciso entender tudo isso. Mas como disse, não precisa se preocupar. Só sente e leia. Zeldman não força a barra, é tudo muito tranquilo de ler.

Além dessas técnicas, ele vai contar muitas histórias sobre a Web e seus padrões que finalmente estão pegando. As vantagens dessa transição são muitas: maior velocidade, maior facilidade de encontrar informações, velocidade de produção, acessibilidade e por aí vai.

Depois de ler o livro, você se sentirá muito seguro para começar a transição do antigo HTML baseado em imagens cortadas em tabelas rumo ao layout em CSS. Na verdade, eu esperava encontar mais informações sobre CSS layout, mas não me frustrei. Zeldman deixa claro que o livro é para um momento de transição, então recomenda o uso de tabelas juntamente com uma boa dose de CSS.


(cerca de R$67)


Dicas

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou Instagram.

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 13/01/2005

Palavras-chave

webstandards    tableless    tablelove    

Opções



Comentários





Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba novidades sem sair de casa!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Consultoria | Portifólio | Política de Privacidade | Contato