Como fazer uma pesquisa de shadowing do usuário

Shadowing consiste em acompanhar um usuário durante a execução de suas tarefas do dia-a-dia, observando suas ações conscientes ou inconscientes. O observador não interrompe o usuário, apenas observa o que ele está fazendo à distância. Em momentos de pausa, o observador faz perguntas ao usuário para compreender suas motivações.

Por que é feito?

Shadowing é usado para perceber como uma atividade depende de outra, como as pessoas reagem a situações inesperadas e que tipo de soluções criam para manter seus compromissos em dia. Estas informações são utilizadas para compreender demandas específicas e criar produtos e serviços que se encaixem na rotina do usuário.

Como é feito?

  1. Definição de atividades e usuários de interesse.
  2. O observador encontra um usuário de interesse num local público ou dentro de uma organização.
  3. O observador aborda o usuário, explica o propósito do shadowing e pede permissão para seguí-lo e fotografá-lo.
  4. O observador segue o usuário durante a execução de atividades de seu interesse.
  5. O observador tira fotos, toma notas e faz perguntas em momentos apropriados.
  6. A observação acaba e os dados coletados são guardados e organizados. O observador agradece a participação e pede o telefone do usuário para tirar dúvidas posteriormente.

Vídeo

Créditos: Vídeo produzido pela Hotmilk PUCPR e Imago Produções Educativas em 2017, como material didático para o programa de inovação aberta Renault Experience. Esta cópia faz parte do arquivo pessoal de Frederick van Amstel, responsável pelo roteiro e apresentação. Direção: Tatiana de Paula Lopes.

Transcrição

O shadowing é uma técnica utilizada para acompanhar um usuário em suas tarefas cotidianas, revelando seus sentimentos e pensamentos, tanto conscientes quanto inconscientes. Para realizar o shadowing, você precisará de um caderno de anotações, um smartphone para tirar fotos, e, principalmente, de uma pessoa, um usuário, para acompanhar.

Para encontrar um usuário, é melhor evitar sua rede de amigos, pois eles podem se comportar de forma diferente sabendo que você está observando. O ideal é encontrar alguém que você não conhece, em um ambiente público. Aborde essa pessoa e pergunte se ela quer participar da pesquisa, explicando que você é universitário e está tentando entender melhor o comportamento das pessoas. É provável que algumas pessoas recusem, mas não desista, continue procurando até encontrar alguém disposto a participar.

Quando encontrar um participante, é recomendável não começar imediatamente, mas sim marcar um horário conveniente em um outro dia, para segui-lo desde o início até o final de suas atividades diárias. No dia combinado, chegue no horário e informe ao participante que você não vai interagir com ele, mas apenas observar suas atividades à distância.

O principal benefício do shadowing é identificar situações em que o usuário enfrenta problemas no seu dia a dia e observar como ele lida e resolve esses problemas por conta própria. Essas situações podem revelar oportunidades de inovação e mudanças significativas para a vida do usuário.

Sempre que algo interessante acontecer, não perca a oportunidade de tirar uma foto para lembrar melhor depois. Durante o dia, você pode querer fazer algumas perguntas, mas guarde-as para momentos de pausa, como quando o usuário para para tomar um café.

Preste atenção especial às situações inesperadas que o usuário enfrenta. Essas podem ser oportunidades interessantes de inovação. O seu trabalho no shadowing é registrar tudo o que o usuário faz, tanto as coisas interessantes quanto as que você possa querer refletir mais tarde.

Ao final do dia, transfira os dados coletados para um computador. A maneira mais fácil de organizar esses dados é substituir o nome dos arquivos das fotos por legendas que descrevam o que está acontecendo em cada uma delas. Isso ajudará muito na hora de encontrar os dados quando você precisar deles.

Série

Este tutorial faz parte de uma toolkit de inovação no design, com outros métodos que podem ser combinados. Esses métodos não precisam ser executados necessariamente nesta ordem.

  1. Vídeos Brainstorming
  2. Vídeos Análise de similares
  3. Vídeos Briefing de projeto de experiência
  4. Vídeos Pesquisa de shadowing do usuário
  5. Vídeos "Um Dia na Vida" dos usuários
  6. Vídeos Storyboard de interação
  7. Vídeos Painel semântico
  8. Vídeos Entrevista contextual
  9. Vídeos Personas de usuários
  10. Vídeos Jornada do usuário
  11. Vídeos Protótipo bruto
  12. Vídeos Teste de usabilidade
  13. Vídeos Avaliação heurística de interfaces

Fred van Amstel ([email protected]), 04.07.2024

Veja os coment?rios neste endere?o:
http://www.usabilidoido.com.br/como_fazer_uma_pesquisa_de_shadowing_do_usuario.html