Como fazer uma avaliação heurística de interfaces

Avaliação Heurística é um método de avaliação de interfaces baseado em princípios de usabilidade. Os princípios são chamados de heurísticas pois são desenvolvidos a partir de uma série de experiências prévias, sintetizando pontos recorrentes. A interface é submetida a diferentes avaliadores, que dão seu parecer baseando-se nas mesmas heurísticas, assim favorecendo a comparação dos resultados.

Por que é feito? Especialistas trazem uma visão nova para o projeto e encontram problemas até então invisíveis ao criador do projeto. A avaliação heurística é uma maneira estruturada de incorporar a experiência dos especialistas no projeto.

Passo-a-passo

  1. Escolher o conjunto de heurísticas mais apropriado para o projeto.
  2. Encontrar um especialista no tema do projeto.
  3. Entregar para ele ou ela o protótipo junto com o template de avaliação em Excel contendo as heurísticas e um espaço para comentários. Aqui há um template com heurísticas de produtos e heurísticas de serviços. Você pode escolher entre repassar um conjunto de heurísticas aplicável a produtos ou a serviços. Peça que o avaliador mencione as heurísticas na medida em que for tecendo comentários.
  4. Comparar e refletir sobre os resultados.

Vídeo

Créditos: Vídeo produzido pela Hotmilk PUCPR e Imago Produções Educativas em 2017, como material didático para o programa de inovação aberta Renault Experience. Esta cópia faz parte do arquivo pessoal de Frederick van Amstel, responsável pelo roteiro e apresentação. Direção: Tatiana de Paula Lopes.

Transcrição

Heurística é um conhecimento acumulado através da experiência profissional. O conhecimento surge da identificação de padrões entre problemas e soluções recorrentes. A heurística serve para lembrar e orientar os projetistas para o que é mais importante para aquele projeto.

Na literatura de design existem vários conjuntos de heurísticas prontas para usar. Para avaliar serviços, recomendamos utilizar o conjunto de heurísticas de Visard. Para produtos, aplicativos e websites, recomendamos o conjunto de heurísticas de Jacob Nielsen e de Rolf Mollich. Também é possível aplicar dois conjuntos no mesmo projeto ou, então, utilizar outros conjuntos de heurísticas.

O primeiro passo da avaliação heurística é encontrar um ou mais especialistas externos ao projeto, pessoas que possam avaliar o produto ou serviço que você está desenvolvendo e dar um parecer neutro a respeito daquela interação. É importante que também essas pessoas sigam as mesmas instruções de modo a facilitar a comparação na análise.

As instruções são as seguintes. Entregue o protótipo desenvolvido em uma planilha de análise contendo as heurísticas escolhidas bem como um espaço para comentários. Peça que o avaliador relacione os seus comentários com as heurísticas existentes. Deste modo, será mais fácil comparar os resultados dos diferentes avaliadores.

Coloque as planilhas recebidas dos avaliadores lado a lado e verifique se existem coisas que são parecidas entre umas e outras. Caso isso aconteça, marque com uma cor diferente, porque isso significa que há um consenso entre os avaliadores de que algo deve ser mudado no seu produto ou serviço.

Série

Este tutorial faz parte de uma toolkit de inovação no design, com outros métodos que podem ser combinados. Esses métodos não precisam ser executados necessariamente nesta ordem.

  1. Vídeos Brainstorming
  2. Vídeos Análise de similares
  3. Vídeos Briefing de projeto de experiência
  4. Vídeos Pesquisa de shadowing do usuário
  5. Vídeos "Um Dia na Vida" dos usuários
  6. Vídeos Storyboard de interação
  7. Vídeos Painel semântico
  8. Vídeos Entrevista contextual
  9. Vídeos Personas de usuários
  10. Vídeos Jornada do usuário
  11. Vídeos Protótipo bruto
  12. Vídeos Teste de usabilidade
  13. Vídeos Avaliação heurística de interfaces

Fred van Amstel ([email protected]), 05.07.2024

Veja os coment?rios neste endere?o:
http://www.usabilidoido.com.br/como_fazer_uma_avaliacao_heuristica_de_interfaces.html