Como fazer uma análise de similares

Análise de similares (também conhecido como benchmarking) é uma comparação entre produtos ou serviços concorrentes do que você está desenvolvendo. Ela pode ser feita tanto para aperfeiçoar um produto existente quanto para ajudar a encontrar um diferencial para um novo produto.

Por que é feito? Com frequência, a ideia que parece mais original do mundo já foi implementada em algum lugar. Para evitar o desperdício de desenvolver algo que já existe, é feita a análise de similares.

Passo-a-passo

  1. Pesquisar no Google as ideias mais votadas na fase de brainstorming. Verificar se há produtos ou serviços que apliquem esta ideia.
  2. Dentre os produtos e serviços encontrados, escolher 4 que forem mais parecidos.
  3. Definir pelo menos 3 critérios de comparação e 4 funcionalidades para os similares e colocar numa tabela seguindo o template.
  4. Classificar por nota de 1 a 10 os critérios e sim/não para as funcionalidades.

Vídeo

Créditos: Vídeo produzido pela Hotmilk PUCPR e Imago Produções Educativas em 2017, como material didático para o programa de inovação aberta Renault Experience. Esta cópia faz parte do arquivo pessoal de Frederick van Amstel, responsável pelo roteiro e apresentação. Direção: Tatiana de Paula Lopes.

Transcrição

Análises similares servem para você evitar o constrangimento de apresentar essa ideia para alguém e receber como resposta "mas já não existe algo assim?" Com base na pesquisa que você fizer, você precisa mostrar que a sua ideia é diferente das outras e dessa maneira as pessoas vão acreditar que você irá sobreviver à concorrência.

O primeiro passo da análise de similares e talvez o mais difícil é encontrar os seus concorrentes, as ideias similares às suas. Pergunte para seus amigos, pergunte para especialistas, faça várias pesquisas no Google, tente várias palavras-chave, inclusive em outros idiomas. Tenha certeza de que alguém já não fez algo parecido com aquilo.

Alguns produtos ou serviços talvez nem valham a pena comparar com o seu, porém você deve escolher pelo menos 4 produtos ou serviços para comparar a ideia, mesmo que eles não atuem no mesmo mercado ou segmento em que você deseja atuar.

Defina pelo menos 3 critérios de comparação, beleza, durabilidade ou funcionalidade. Além dos 3 critérios, defina também 4 funcionalidades que o seu produto ou serviço tem e que os demais da concorrência não têm. Uma funcionalidade é uma característica específica de um produto ou serviço que você deseja comparar. Depois de definir os critérios e as funcionalidades, você deve classificar cada um dos produtos ou serviços comparados de acordo com uma escala nos critérios de 1 a 10 e nas funcionalidades sim e não.

Agora você tem uma visão clara do seu produto ou serviço em relação à concorrência. Você pode voltar e analisar a sua ideia para revisá-la a partir dessa pesquisa de análise similares.

Série

Este tutorial faz parte de uma toolkit de inovação no design, com outros métodos que podem ser combinados. Esses métodos não precisam ser executados necessariamente nesta ordem.

  1. Vídeos Brainstorming
  2. Vídeos Análise de similares
  3. Vídeos Briefing de projeto de experiência
  4. Vídeos Pesquisa de shadowing do usuário
  5. Vídeos "Um Dia na Vida" dos usuários
  6. Vídeos Storyboard de interação
  7. Vídeos Painel semântico
  8. Vídeos Entrevista contextual
  9. Vídeos Personas de usuários
  10. Vídeos Jornada do usuário
  11. Vídeos Protótipo bruto
  12. Vídeos Teste de usabilidade
  13. Vídeos Avaliação heurística de interfaces

Fred van Amstel ([email protected]), 08.07.2024

Veja os coment?rios neste endere?o:
http://www.usabilidoido.com.br/como_fazer_uma_analise_de_similares.html