Usabilidoido: Menu Principal

English Website


Materialidade no Codesign: Análise interacional de um experimento com blocos de montar

Quer retribuir o compartilhamento livre de conhecimentos? Ajude a transformar aulas gravadas em textos.

Materialidade no Codesign: Análise interacional de um experimento com blocos de montar

O termo materialidade é comumente utilizado no Design para ressaltar as propriedades de artefatos que precisam ser levadas em consideração em um projeto. No codesign, essa perspectiva não é suficiente, pois no projeto colaborativo não se considera apenas as características dos materiais, mas também as características das pessoas e, principalmente, como elas se relacionam no processo de design. Com o objetivo de compreender como os materiais mediam relações humanas no codesign, propomos o conceito de relações de materialidade. Esse conceito tem o potencial de revelar como escolhas de materiais para construir representações de objetos futuros, ou metaobjetos, interferem nas possibilidades consideradas por um projeto, ou metaespaço. Apesar de existirem heurísticas para a escolha de materiais na prática profissional do codesign, existem poucos estudos empíricos que demonstrem como se dá essa produção de metaespaço a partir do metaobjeto. Esta pesquisa apresenta, portanto, um experimento realizado com estudantes de design que utilizaram blocos de montar Lego para criar metaobjetos em um projeto audiovisual. Os metaobjetos tomaram a forma e função similar ao clássico storyboard, porém, tridimensional e facilmente manipulável, sendo portanto denonimado de storyblocks em alusão ao seu material: blocos de montar. Os dados coletados durante o experimento foram submetidos à análise interacional, um método qualitativo baseado em registros audiovisuais. O resultado da análise identificou cinco relações de materialidade entre metaobjeto e metaespaço: propiciação, representação, poder, temporalidade e espacialidade. Comparando o metaespaço produzido durante o experimento com as possibilidades alcançadas pela execução do projeto, considera-se que as relações de materialidade identificadas contribuíram para gerar possibilidades criativas e viáveis para o projeto audiovisual em questão.

Acesso aberto ao artigo

Como citar

Paschoalin, L., & M. C. Van Amstel, F. (2021). Materialidade no Codesign: Análise interacional de um experimento com blocos de montar. Design E Tecnologia, 11(23), 82-92. https://doi.org/10.23972/det2021iss23pp82-92

Autor

Frederick van Amstel - Quem? / Contato - 12/01/2022

Redes

Siga-me no Twitter, Facebook, LinkedIn ou Instagram.

Relacionados



Comentários




Pegue um fruto.


Você merece.

Assine nosso conteúdo e receba as novidades!

Atualizado com o Movable Type.

Alguns direitos reservados por Frederick van Amstel.

Apresentação do autor | Website internacional | Política de Privacidade | Contato